A barriga dos papais também cresce durante a gravidez

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gravidez, quanto às alterações que provoca no corpo da mãe, não afeta somente as mulheres. À medida que os meses de gravidez avançam, os papais também aumentam de peso e mudam algumas formas. Esse é o resultado de um estudo realizado na Austrália. 

Os papais também engordam durante a gravidez. Os pesquisadores do Centro Médico Flinders, responsáveis pelo estudo que analisou 300 homens, entre 18 e 40 anos, durante três anos, mostrou que, em média, os homens engordavam 16 quilos durante a gravidez das suas mulheres. Além desse estudo, uma pesquisa feita pela companhia publicitária Onepoll, que entrevistou a cinco mil homens, revela que 20% dos homens disseram que durante a gravidez da sua esposa, haviam comido muito mais. 

Por que a barriga dos homens também cresce durante a gravidez

a-barriga-dos-papais-também-cresce A 

41% expressaram que comiam mais quando estavam em sua casa, e 25% confessaram que comiam mais para que sua mulher não se sentisse tão mal por aumentar de peso durante a gravidez. Entre os ‘desejos’ favoritos dos pais ‘grávidos’ estão as pizzas, o chocolate, batatas fritas e a cerveja. 

Uma coisa é que a gestante tenha desejos por alimentos ricos em gordura e necessite comer mais, ou consuma, por orientação médica, umas 300 calorias adicionais diárias para cumprir as necessidades nutricionais do seu bebê. Normalmente, uma mulher aumenta uns 15 quilos durante a gravidez e, além disso, carrega um bebê dentro da barriga. 

Outra coisa é que seus esposos também necessitem comer e cheguem a aumentar até uns seis quilos ao seu peso normal. Além de ser solidário com a esposa no aumento de peso, o pai também engordava porque se via tentado a comer tudo o que sua mulher comia. Também comiam mais devido ao estresse que provoca a futura paternidade. Tanto o estudo como a pesquisa concordam que a gravidez tem um impacto nas mulheres e nos homens, não somente no peso corporal, como também nas alterações do humor, estresse e outros transtornos, e que os serviços públicos de saúde deveriam prestar mais atenção aos futuros papais. Não somente por eles mesmos, mas pelo impacto que sua conduta tem na saúde da mãe e do bebê. Uma vez que bebê nascia, somente uma terça parte dos papais seguiu com suas esposas uma dieta para baixar o peso. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com