Como o tamanho dos seios influencia no aleitamento materno

Seios pequenos e a quantidade de leite

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os peitos vão crescendo, se preparando para produzir leite para alimentar o bebê. Apesar de ver como seus peitos começam a mudar de tamanho e a produzir leite, muitas mulheres com seios pequenos se perguntam se vão poder amamentar seu bebê sem complicações. O tamanho do peito é relevante no aleitamento materno?

Peitos pequenos e o aleitamento

A resposta é clara e podemos responder sem rodeios. O tamanho dos seios não influencia em nada no aleitamento materno. É evidente que o tamanho dos seios é diferente para cada mulher e isso depende do tecido gorduroso e da genética da pessoa. No entanto, a quantidade de leite que se produz independe do tamanho do peito, já que as células produtoras e os dutos de leite são os mesmos em todas as mulheres.

A quantidade de leite que a criança vai receber depende sobretudo de suas próprias necessidades. Em condições normais, a mãe produz a quantidade de leite de acordo com a demanda do bebê. Se o bebê mama continuamente, mais leite será produzido, enquanto que se o bebê mama pouco, a produção de leite se reduzirá, reduzindo-se ao mesmo tempo o tamanho dos seios.

Por isso ter seios pequenos não deve ser um problema para a mãe nem para o bebê enquanto estiver sendo amamentado. Pelo contrário, num peito pequeno a mãe poderá sugar mais facilmente e se alimentará melhor.

Como se produz o leite

A maioria das mulheres tem muito claro que a amamentação é o meio mais recomendável para alimentar o seu bebê nos primeiros meses de vida. Além de reforçar seu sistema imunológico, dar de mamar ao bebê pressupõe um laço inquebrantável entre a mãe e o seu filho. No entanto, algumas mães têm problemas no aleitamento materno.

O processo de produção de leite começa já na gravidez, mas é a resposta hormonal após o parto que estimula as glândulas mamárias a produzir leite e a conduzi-lo através dos seios até o bico do seio para que o bebê possa mamar. Trata-se, sem dúvida, de um processo natural que é o ideal para o desenvolvimento do bebê.

A produção de leite, na maioria das mulheres, é produzida após o parto, ainda que existam casos em que, por determinadas circunstâncias fisiológicas, o aleitamento se complique. Mas em nenhum caso, o tamanho dos seios é um desses impedimentos para dar de mamar ao bebê.

Laura Velez. Redatora de Guia Infantil