Brincadeiras para estimular o bebê a engatinhar

Engatinhar ajuda a fortalecer os músculos do bebê até que possa começar a andar

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O ato de engatinhar ajuda a fortalecer os músculos do bebê para que depois seja capaz de andar, e é o primeiro modo de se locomover por conta própria. O jeito tradicional de engatinhar exige que a criança aprenda a se equilibrar apoiando-se nas mãos e nos joelhos, e perceba que pode balançar para frente e para trás. Logo, ela vai descobrir como usar os joelhos para avançar ou dar marcha à ré.

O bebê normalmente começa a engatinhar depois que já consegue ficar sentado sem apoio com facilidade, coisa que na maior parte dos casos acontece por volta dos 6 ou 7 meses de idade. Nessa etapa, a criança consegue sustentar a cabeça para observar o ambiente à sua volta, e os braços, pernas e músculos das costas são fortes o suficiente para impedir que ela caia no chão quando ficar de quatro.

Atividades com o bebê para ajudá-lo a gatinhar

Como ajudar o bebê a engatinhar

Quando começa a engatinhar ou se arrastar, pode ser para frente ou para trás. O mais comum é que comecem a se mover para trás já que é mais fácil, sobretudo se sua forma de engatinhar é na posição de sentado.

Essa etapa tem dois objetivos com o engatinhar: deslocar-se para pegar objetos e explorá-los. Inclusive tentar se aproximar de móveis e cadeiras para se sustentar e se levantar. Mais à frente, por volta dos 9 meses começará a engatinhar com uma mão levantada ou ocupada com algum brinquedo ou objeto de interesse, e até poderá subir escadas engatinhando.

De acordo com esses objetivos vamos procurar fazer atividades, exercícios ou brincadeiras que estejam relacionados com seus interesses.

Como estimular o gateio do bebê

1. Colocar um objeto para que ele possa alcançá-lo: para começar a estimular o engatinhar, primeiro devemos tem em mãos um brinquedo que seja de interesse do seu bebê, daí nos posicionamos à distância para que ele possa se arrastar um pouco sem ajuda, e uma vez que ele começar, a gente o ajuda a conseguir uma posição de gatinhar e o animamos a que nessa postura possa ir em busca do brinquedo.

2. A brincadeira da toalha: enrolamos uma toalha em forma de um rolo, seguramos o bebê pelo tronco e o colocamos sobre ela, de maneira que o que faremos é impulsionar para frente e para trás para que ele se apoie nas mãos. O mesmo pode-se fazer com um lençol.

3. Com a ajuda do papai e da mamãe: outra forma de conseguir essa façanha é que o papai ou a mamãe se sentem no chão com as pernas abertas, colocando numa delas um brinquedo e na outra perna o bebê, de modo que o bebê deverá passar por cima de ambas as pernas para pegar o brinquedo. Assim você o ajudará a alcançar e adquirir a postura adequada.

4. Jogos de obstáculos: quando o bebê já tenha controle desses exercícios que vimos anteriormente, podemos colocar obstáculos numa distância pequena que podem ser: almofadas, túneis com cadeiras, toalhas enroladas, e assim motivá-los a passar sobre os obstáculos para pegar seu brinquedo.

5. O pega-pega: engatinhar junto ao bebê ou correndo atrás dele em diversas direções. Essa brincadeira incentivará o bebê a pedir que o persiga até pegá-lo. Esse joguinho é muito divertido.

O mais importante é não forçar nenhuma postura. Se notamos que o bebê não está preparando para engatinhar, vamos deixá-lo brincar com outras coisas. Lembre-se que temos que nos ajustar ao seu desenvolvimento evolutivo.