A importância de impor limites às crianças

Conselhos para pais. Aprender a dizer não aos filhos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A ausência de limites no seio familiar pode ter consequências nefastas para a educação dos filhos. Por isso, a psicóloga María Luisa Ferrerós explica em Guiainfantil porque é bom dizer não aos filhos. 

O que a criança mais gosta é de passar bem o dia todo. Algumas crianças se esquecem de que também devem cumprir suas obrigações, e é aí que entra o trabalho dos pais.

Como dizer não aos filhos 

Como aplicar limites às crianças

Os pais têm que aprender a tolerar, às vezes, algum choro, ou que a criança diga não quer fazer alguma coisa, mas quando a coisa é boa para ela, os pais devem se manter firmes, já que isso é muito importante para a educação da criança. Dessa forma, a criança sabe e se dá conta que os pais estão fazendo isso para o seu bem, por isso nunca vai ficar traumatizada. Quando os pais proíbem o filho de descer para o parque porque tem que fazer os deveres, a criança ficará chateada, mas no fundo ela sabe e entende que é para o seu bem. 

Um exemplo claro de que a criança acaba aceitando e entendendo as decisões dos seus pais está nas relações sociais dela. Se os pais não a deixam, por exemplo, jogar bola, a criança, quando fala com seus amigos dirá que tão pouco lhe importa não poder ir porque não está com muita vontade. Isso quer dizer que a criança adota o critério dos pais. 

O medo de traumatizar a criança

Uma das principais preocupações dos pais é a de não ser demasiadamente exigente para não traumatizar a criança. Na verdade não é assim, já que a criança só se traumatiza quando alguém lhes causa danos de verdade, seja físico ou psicológico. Mas quando os pais lhes impõem um castigo educativo, limitam sua conduta ou lhe proíbem certas coisas pelo seu bem, jamais traumatizará uma criança. 

Por último, os pais devem estar conscientes que as crianças não querem que compremos de tudo para elas. O que as crianças querem de verdade é que estejamos junto a elas em qualquer situação, e quando houver alguma situação que a gente proibir, elas saberão que é para o seu bem. Porque às vezes as crianças não têm força de vontade e se deixem levar pelos seus amigos por medo de enfrentá-los. 

É evidente que como pais nos custa muito dizer não, mas é necessário nos conscientizarmos que quando dizemos não, estamos protegendo nossos filhos e ensinando valores importantes na relação pai e filho e promovendo o diálogo familiar

Nunca se deve dizer não sem explicar o porquê para nossos filhos. 

Pedro Oliver
Redator de Guiainfantil.com