Até quando irmãos podem tomar banho juntos?

A partir de que idade se deve dar maior intimidade às crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando os bebês são muito pequenos não existem problemas em banhá-los juntos, ainda que sejam de sexos diferentes, e mais, é algo recomendável porque eles curtem o momento, e, além disso, se potencializa o vínculo afetivo entre irmãos. Mas, à medida que as crianças crescem, existem mães que começam a sentir certa confusão sobre quando mudar as rotinas de banho e que as crianças deixem de tomar banho juntos para fazê-lo de forma independente.

É certo que para os pais banharem duas crianças ao mesmo tempo é muito bom porque ainda se poupa tempo, mas também é verdade que as crianças necessitarão antes ou depois certa independência e privacidade. Para saber até quando os irmãos podem tomar banho juntos, os pais terão que levar em conta alguns aspectos.

Faça caso aos seus filhos quando eles disserem que não querem tomar mais banhos compartilhados

até-quando-irmãos-podem-tomar-banho-juntos A

Quando se trata de irmãos e irmãs que se banham juntos e são pequenos, enquanto eles passam bem não é nada ruim que continuem tomando banho juntos. Mas, quando um dos filhos mostrarem seu desejo de privacidade na hora do banho, os pais devem respeitar o seu desejo. Enquanto tomam banho juntos é importante que os pais estejam com eles no banheiro durante todo o tempo do banho, enquanto se divertem.

Mas, nem todas as mães se sentem cômodas à espera que algum filho peça privacidade. Quando os meninos e as meninas começam a observar e a perguntar sobre as partes diferentes do corpo pode ser o momento de colocar um fim ao banho compartilhado. Essas perguntas são totalmente normais e apenas curiosidade, e se, além disso, os pais ensinam aos filhos que essas partes são íntimas e que não podem ser tocadas por outros, então o banho compartilhado pode continuar sendo válido. O mais provável é que, sabendo disso, eles nem se lembrem que têm áreas diferentes no seu corpo.

Siga o seu instinto para determinar quando os seus filhos já devem tomar banhos separados

A realidade é que não existe nenhuma razão real ou equivocada para que os seus filhos continuem tomando banho juntos ou não. Tudo isso dependerá do seu nível de comodidade e também dos seus filhos. Por isso também é necessário que os pais sigam os seus próprios e sábios instintos para dizer quando colocar um fim na hora do banho compartilhado. Os pais podem parar de fazê-lo quando virem que algum dos seus filhos se sentir incomodado ou quando achar que não deveria tomar mais banho com o irmãozinho ou com a irmãzinha.

Portanto, também é importante estabelecer regras no banho desde o princípio para que as crianças saibam que podem ver, mas não podem tocar, ou seja, que saibam que todas as pessoas têm limite com o corpo e deve ser respeitado. 

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)