Por que as crianças têm que fazer birras

A importância das birras no desenvolvimento infantil

Vilma Medina

Vilma Medina

Quando falamos de birras infantis, em geral temos uma perspectiva negativa das mesmas. Estamos acostumados a ver informação e conselhos para acalmá-las, evitá-las, ou tratá-las, mas poucas vezes nos explicam que existem por trás das birras infantis razões importantes que as tornam necessárias. Você sabe por que é importante que uma criança tenha birras? 

A parte positiva que as crianças façam birras

por-que-as-crianças-têm-que-fazer-birras A

É conhecido que, a partir dos dois anos, as crianças entram em uma fase de oposição sistemática e obstinação. É justamente nesta idade quando começa as tão temidas birras, momento em que os pais buscam técnicas para evitar que elas aconteçam. No entanto, mais do que buscar remédios para evitá-las, a gente deveria começar a entender porque acontecem e vê-las como uma oportunidade para educar emocionalmente nossos filhos para que entendam os limites e desenvolvam habilidades sociais que irão necessitar em um futuro não muito distante. 

As birras infantis são normais, necessárias e indicativas de um correto desenvolvimento dos nossos filhos entre os 2 e 5 anos. Nesta idade, é absolutamente normal que as crianças tenham birras. É claro que a gente deve tratá-las de acordo com o nível de idade de cada criança. As birras não são indicativas de nenhum transtorno.

As birras de acordo com a idade das crianças

- Uma criança de dois anos com birras é uma criança em plena formação e desenvolvimento do seu eu, da sua personalidade que explora os seus limites e os dos demais.

- Entre os dois e os quatro anos as crianças iniciam uma etapa onde necessitam de autonomia e independência para explorar e entender o mundo que as rodeia. Esta necessidade crescente de autonomia vai gerar uma multidão de situações nas quais a criança se sente frustrada. Em outras ocasiões veremos que necessita reivindicar, expressar suas necessidades, seus gostos ou inapetências, daí tantas negativas e do ‘não’ sistemático a tudo durante esta etapa. 

Nesta idade, o desenvolvimento da linguagem expressiva e compreensiva é outro fator que contribui para o aparecimento das birras. Durante este período as crianças ainda não têm a capacidade suficiente para expressar com palavras tudo aquilo que pretendem ou necessitam. Mas, tão pouco entende tudo o que dizemos a elas, do mesmo modo que um adulto o faz. Não são capazes de tolerar a frustração e fica complicado compreender que não podem ter sempre o que querem. Tão pouco as crianças são capazes de verbalizar o que desejam, por isso o resultado é a fórmula ideal para que apareçam os chutes, teimosia ou birras. Os pais ou adultos que ajudam na educação da criança devem aproveitar essas ocasiões para dar palavras às suas emoções e ajudá-las no seu crescimento.  

O que as crianças aprendem com as birras

- Através das birras a criança compreende os limites, ainda que isso não evita que uma ou outra vez ela tente nos provar.

- Através das birras existe o desenvolvimento de uma habilidade social imprescindível: saber dizer não, expressar o seu desagrado, frustração ou incômodo. Somos nós, os pais, que temos o dever de ensiná-las pouco a pouco, dar nomes aos seus sentimentos e emoções, ajudando-as a desenvolver sua inteligência emocional. 

Sara Tarrés Corominas

Psicóloga infantil 

Orientadora infantil

Crianças teimosas. Teimosia infantil

Crianças teimosas. Teimosia infantil

Meninos y meninas teimosas. Teimosia infantil. Como lidar com a teimosa das crianças. Meninos e meninas teimosas. Qual é a melhor maneira de fazer com que o seu filho não seja teimoso.

A criança tirana

A criança tirana

É lamentável chegar numa situação em que nosso filho ao invés de ser aquele príncipe encantador que reina em nossos corações, se torne numa criança mal educada, que governa nossas vidas com tirania, que nos maltrata verbalmente, e que nos chantageia.

Como educar crianças soberbas

Como educar crianças soberbas

As crianças soberbas acreditam ser melhores que as outras, são autoritárias, violentas ou irresponsáveis e na maioria das vezes aprenderam esse comportamento em casa, com o exemplo recebido de pais soberbos. Que tipo de educação vocês estão dando aos filhos?

A soberba e as crianças

A soberba e as crianças

Como se distingue a soberba, do orgulho e do amor próprio se podem estar acompanhados? Como se diferencia uma criança soberba de uma criança com uma personalidade bem estabelecida? A soberba é um indicador claro de insegurança pessoal e falta de autoestima.

Crianças que maltratam suas babás

Crianças que maltratam suas babás

Falta de limites, muita permissividade ou um transtorno de conduta? Como são as crianças que maltratam seus cuidadores e por que o fazem?

0 comentarios