A soberba e as crianças

O que causa a soberba nas crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A soberba caminha de mãos dadas com o orgulho e o amor próprio, e como qualquer coisa em excesso pode ser prejudicial para qualquer pessoa, já que em pequenas doses se forma o caráter e a personalidade, mas em excesso pode ser um grande defeito que demonstra grandes carências. 

Mas, como se distingue a soberba, do orgulho e do amor próprio se podem estar acompanhados? Como se diferencia uma criança soberba de uma criança com uma personalidade bem estabelecida? A soberba é um indicador claro de insegurança pessoal e falta de autoestima.

Como é uma criança soberba

a-soberba-e-as-crianças A

Uma criança com soberba necessitará se sentir sempre superior aos demais e perceber como os outros são menos importantes do que eles. Além disso, são crianças arrogantes e orgulhosas que gostam de se gabar de suas conquistas e que custam disfarçar e controlar a irritação quando alguém não dá bola sobre o que está se gabando. 

Ainda se fosse pouco, a criança com soberba quer ser querida, mas ao mesmo tempo tem dificuldade em dar e receber carinho tentando aparentar superioridade por causa do seu ego. A soberba é como uma bola de soprar que começa a se encher, mas chegará o momento que não poderá se encher mais e explodirá, mostrando a todos o que o pequeno realmente sente.

Uma criança com soberba atacará ao mais débil porque refletirá suas próprias carências (que quer esconder a todo custo) e sem se dar conta sentirá que está contra o débil, mas não porque tenha feito nada, simplesmente porque o sente assim ao acreditar que ele é incapaz. 

Mas, ao mesmo tempo, uma criança soberba necessitará estar rodeada de súditos para mostrar diariamente como é superior, porque necessita que seja adulada, estando sempre na defensiva e causando temor e/ou rejeição em relação aos seus iguais.

O que existe por trás da soberba das crianças

Por trás de uma criança com soberba existe uma criança com medo. Medo das críticas, medo em não ser o melhor, medo que os pais e amigos a critiquem. E, como esse medo se camufla? Aparentando ser o que não é para poder se sentir por cima dos outros, quando na realidade a criança soberba só busca reconhecimento e carinho, mas não sabe expressá-lo de outro modo, um carinho que anela, mas que ao mesmo tempo o rejeita. 

O complexo de inferioridade e a baixa autoestima fará com que a criança e a soberba andem de mãos dadas por muito tempo. Tudo isso tentando dissimular, falando das suas conquistas, do bem que fazem as coisas, buscando o reconhecimento e o controle das situações.

Com isso podemos comprovar que o amor próprio ocupa pouco espaço na soberba quando esta é extrema, já que seria um amor próprio e orgulho em excesso e mal direcionado.

María José Roldán

Mestre de Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)

Psicopedagoga