A importância do exemplo dos pais e dos irmãos mais velhos na educação da criança

As crianças imitam aos pais e aos irmãos mais velhos

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças pequenas copiam e repetem frases, gestos, brincadeiras e condutas sem parar. É sua maneira de aprender. Absorvem e imitam tudo o que veem e ouvem, e qualquer um pode se tornar um modelo a seguir. Por isso os pais devem se preocupar muito que seus filhos tenham um exemplo e modelo adequado em qualquer ambiente onde estejam e nas suas relações sociais.

A influência dos maiores nas crianças pequenas

As crianças imitam aos pais

Cuidar da relação que nossos filhos têm com outras crianças é muito importante. O ambiente familiar, com famílias formadas por muitos irmãos, vai exigir mais dos pais porque eles serão o modelo que os menores vão imitar. Mais adiante os pais cuidarão do relacionamento com amiguinhos. Os menores, como é natural, querem crescer, ficarem mais velhos e por isso imitam com mais frequência os comportamentos do seu irmão ou da criança maior. Eles exercem uma influência grande na criança quase irresistível.

Ainda que o ambiente familiar e as recomendações dos pais aos seus filhos sejam decisivos, existem ambientes difíceis de controlar por eles mesmos e que podem levar seu trabalho na educação dos filhos se perderem.

Vemos constantemente que a influência de um primo mais velho leva uma criança dócil e obediente a se tornar rebelde e respondona. Isso causa muita tristeza e sentimento de culpa em muitos pais ao verem que pouco tempo de convivência com crianças rebeldes, seus filhos copiam seus comportamentos tão rapidamente.

Infelizmente existem situações que podem escapar das nossas mãos porque não se pode educar os filhos dos outros, nem podemos controlar tudo, mas o que podemos fazer com nosso filho, ainda que seja pequeno, é torná-lo nosso cúmplice. Os pais devem compartilhar com o filho, que imitar comportamentos indesejáveis dos maiores trarão consequências ruins para ele e que se persistir em atitudes negativas o tornará infeliz, não somente ele, mas também os seus pais.

Ainda que seja difícil, os pais não devem “jogar a toalha”, nem perder aquilo tudo que acreditam ser o melhor para os filhos. Os pais não podem descansar, devem insistir em aconselhar e oferecer uma educação adequada com eles e com os demais.

Ensine seu filho com frases e perguntas

Os pais devem ensinar os filhos a refletirem com frases e perguntas como: “não faça com os outros, o que não gostaria que fizessem com você”, ou perguntar: “você gostaria que alguém insultasse você?” a criança com certeza responderá com um forte “não!”. Daí os pais devem responder: “Então, para ter amigos você tão pouco deve fazer isso também. Cada um colhe o que planta”. 

As crianças entendem as coisas muito mais do que acreditamos. Os pais são os modelos que mais elas imitam nas condutas e comportamentos, por isso é aconselhável que exista uma boa comunicação entre pais e filhos. O amor e dedicação dos pais fazem a criança confiarem sempre neles e acredite que a educação deles é melhor que a dos outros.

Patro Gabaldón 
Redatora de GuiaInfantil.com