Como a idade da mulher influencia na gravidez

Conseguir a tão sonhada gravidez depois dos 40 anos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A cada ano que a maternidade é adiada, as possibilidades de ficar grávida se reduzem em 5%. As mudanças atuais nos estilos de vida, a situação profissional ou a instabilidade econômica são alguns dos fatores que tem provocado em muitos casais adiarem a ideia de serem pais. 

Com efeito, a idade média das mulheres que procuram clínicas de reprodução assistida para pedir ajuda na sua busca pela desejada gravidez, tem aumentado nos últimos anos e se situa atualmente por volta dos 37 anos, idade superior à que se recomenda para planejar ter o primeiro filho, que deve ser entre ser entre os 28 e os 32 anos.

Gravidez em mulheres acima dos 35 anos

As vantagens de ser uma mae maior de idade

A idade é um dos fatores importantes e que mais influenciam na hora de conseguir engravidar. A partir dos 35 anos, vai diminuindo a reserva de óvulos e eles vão envelhecendo, por isso podem sofrer problemas genéticos. Por isso é muito importante que os casais que desejam ser pais e ter um filho de maneira natural,  saibam com a idade pode influenciar no processo; quanto mais velhos forem, maiores dificuldades terão de concebê-lo e maiores serão os riscos que podem acontecer durante a gestação. 

Os especialistas estimam que a cada ano que a maternidade é adiada, as possibilidades de engravidar se reduz em 5%, e acima dos 40, a probabilidade é muito baixa, já que os óvulos cada vez são mais escassos. Por essa razão é fundamental conscientizar a população de que o fator tempo é a chave na reprodução, já que limita o êxito dos resultados esperados. Sendo assim, gerar um filho acima dos 43 anos com seus próprios óvulos realmente é muito difícil, por isso devem recorrer a óvulos de doadores que logo podem ser fecundados pelo esperma do marido ou de outro doador. 

Além da idade, existem outros fatores que também influenciam na busca do filho, como são os relacionados com os estilos de vida, que podem provocar complicações no processo de se tornarem pais. Estar com sobrepeso, ser fumante, beber álcool ou levar uma dieta desequilibrada, podem ter efeitos adversos na fertilidade

Isso não significa que acima dos 35 anos não seja possível que um casal possa cumprir seu desejo de serem pais. Atualmente, com o avanço da reprodução assistida e técnicas cada vez mais avançadas, o êxito das intervenções tem aumentado.

Com efeito, também existem técnicas de preservação da fertilidade caso os pais não vejam que o momento atual não é propício e o casal decide ter filhos no futuro. Através dessas técnicas, as possibilidades se elevam que mais adiante se cumpra o desejo de conseguir a tão sonhada gravidez. 

Doutora Victoria Verdú
Ginecologista
Coordenadora de Ginecologia e Obstetrícia em Ginefiv