Massagem durante a gravidez

A massagem durante a gravidez ajuda a futura mamãe a diminuir a ansiedade, relaxar e melhorar o sono

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Na gravidez, são muitas alterações fisiológicas e emocionais que ocorrem na futura mamãe. A massagem é uma excelente estratégia para diminuir o stress e promover o bem estar geral, claro que respeitando todos os cuidados que cada etapa exige.

Durante a gravidez os pés incham, a coluna começa a doer e a barriga pesa. Neste sentido a massagem pré-natal pode ser uma solução eficaz, até para corrigir outros desconfortos físicos, como é o caso da circulação, flexibilidade dos músculos e articulações, falta de elasticidade e tonificação dos ossos. Mulheres grávidas que recebem massagens pré-natais estão mais relaxadas durante o parto, facilitando o processo.  Ao diminuir a ansiedade e relaxar a mamãe, o sono é muito melhor.

Não é recomendada massagem nos três primeiros meses de gravidez, em caso de alterações ao nível da placenta e útero ou alterações circulatórias.

Melhor posição para a massagem

A gestante fica deitada de lado e são colocadas almofadas entre as pernas e sob a cabeça, para garantir uma posição mais confortável. A grávida precisa estar à vontade, a manipulação suave, e não é para sentir dor. Algumas se sentem à vontade sentadas.