Os incômodos da gravidez no sétimo mês de gestação

Como aliviar os incômodos da gravidez no sétimo mês de gestação

A grávida se encontra já no sétimo mês de gravidez e é o momento de começar a preparar o enxoval do bebê porque o parto se aproxima. A partir desse momento, e à medida que a gravidez avança, os incômodos da gravidez começam a se intensificar: a mãe se sentirá mais cansada para realizar atividades habituais e também para ir às compras. Evite deixar o enxoval do seu bebê para a última hora e desfrute da magia dos preparativos para a chegada do bebê.

O sétimo mês de gestação e os incômodos

Incômodos no sétimo mes da gravidez

Se os incômodos da gravidez no sétimo mês não impedem as relações sexuais, pode continuar desde que não haja contrações e o ginecologista desaconselhe.

- Você vai se sentir incômoda. Quando começa a reta final do terceiro trimestre da gravidez, o útero se estende por cima do umbigo e a barriga começa a ficar proeminente. Devido ao aumento da barriga, pelo crescimento do útero, é normal que se sinta incômoda. 

- Dores nas costas. Os incômodos da gravidez que afetam a coluna são comuns nessa etapa da gravidez, devido ao aumento do volume do útero e do crescimento do bebê. O tamanho e o peso da barriga nos últimos meses obriga a coluna a adotar uma postura diferente do normal. Em busca de um novo centro de gravidade, a coluna tem que fazer um esforço a mais e adotamos posições que não são as ideais para nossas costas e que provocam contraturas em certos grupos musculares. Além disso, a pressão do útero sobre a parte inferior das costas pode provocar ciatalgia (dor ciática), umas dores que podem se prolongar pelas pernas. 

- Dificuldades para respirar. O coração deve bater mais depressa para bombear o sangue até a placenta. Por esse motivo, é normal sentir cansaço, e às vezes dificuldade para respirar. 

- Insônia. A preocupação pelo parto, a sensação incômoda que o volume da barriga produz, a micção noturna frequente ou as dores nas costas podem fazer que nesses meses, você tenha dificuldade de conciliar o sono. Além disso, o bebê aproveita o momento em que você está mais tranquila e relaxada para se estirar e chutar. Existe a teoria, embora não seja comprovada, que o sono se torna mais leve, preparando-se para a etapa posterior ao nascimento e assim seguir o ritmo imposto pelo aleitamento e o cuidado do bebê. 

- Ansiedade. Nessa altura da gravidez, os medos, as mudanças de humor e a ansiedade podem se acentuar. O parto está se aproximando e a preocupação pelo que vai acontecer pode se refletir também na qualidade do sono. 

Como aliviar os incômodos da gravidez no sétimo mês de gestação 

Descansar e dormir são os incômodos mais frequentes nessa importante etapa da gravidez. Veja alguns conselhos para conciliar o sono, reduzir a ansiedade e respirar no sétimo mês de gravidez. 

Insônia. Pouco se pode fazer para combater a insônia na gravidez, além de recorrer ao copo de leite quente antes de dormir, tentar relaxar o máximo possível, tomar um banho morno, ajustar a temperatura do quarto e assegurar um ambiente de tranquilidade e silêncio. No entanto, também deve evitar beber muito líquido durante algumas horas antes de dormir para evitar que tenha que se levantar para ir ao banheiro várias vezes durante a noite. Os exercícios pela manhã também devem ser evitados. Pratique técnicas de relaxamento e busque manter a mente livre de ansiedade quando for deitar. Caso sinta câimbras nas pernas, alivie a dor massageando a área ou pressionando os pés firmemente contra a parede. 

Ansiedade. A agonia e a ansiedade não são bons companheiros nessa etapa da gravidez. Para enfrentá-los, existem atividades físicas recomendáveis durante a gravidez como a yoga, a natação, que servirão para relaxar e minimizar a ansiedade. Relaxe praticando técnicas de respiração no canto favorito da sua casa e saia para passear. As caminhadas longas são um bom exercício e ajudarão a lhe distrair. Se estiver em boa companhia, melhor. Estar rodeada de afetos, falar das suas dúvidas e medos com as pessoas que estão mais próximas de você ajudará muito nesses momentos de ansiedade. 

Dificuldade para respirar. A falta de ar continuará durante toda a gestação, melhorando até as últimas semanas, quando o bebê se encaixa para se preparar para nascer, dando mais espaço aos órgãos, entre eles, o diafragma e os pulmões. Para aliviar a falta de ar, dê mais espaço aos seus pulmões, mantendo uma postura erguida tanto se estiver sentada ou em pé. Evite fazer movimentos bruscos e mantenha a calma em todo o momento para ao acelerar o trabalho dos pulmões e o coração. Use roupas confortáveis que não sejam justas. Consulte seu ginecologista caso tenha muita dificuldade de respirar, ou pulso acelerado, sofre de tonturas e desmaios (nessa etapa já não são comuns), dor no peito ou asma.

  • O cabelo e as unhas durante a gravidez
    O cabelo e as unhas durante a gravidez

    As unhas e os cabelos das grávidas. Os hormônios adicionais durante a gravidez podem fazer com que o cabelo cresça mais forte, rápido e abundante, que caia menos, tenha mais volume, e que as unhas, pelo contrário, se enfraqueçam.

    • As dez dúvidas mais comuns das gestantes
      As dez dúvidas mais comuns das gestantes

      Dúvidas que acontecem durante a gravidez. A gravidez implica no início de um período na vida da mulher cheia de fantasia e felicidade, mas também repleto de dúvidas e inquietações. O processo de gestação, o parto e o puerpério são fases que acontecem muitas alterações a nível emocional e físico.

0 comentários