Os incômodos da gravidez no sexto mês de gestação

Como aliviar os incômodos da gravidez no sexto mês de gestação

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os incômodos da gravidez nesse sexto mês se caracterizam pelo aumento do volume da barriga, que cresce notavelmente. A grávida notará os movimentos fetais ou chutes do bebê com maior facilidade.

O volume da barriga se acentua notavelmente no sexto mês de gravidez, o que pode dar lugar a que se desencadeiem alguns incômodos da gravidez. Nessa importante etapa da gravidez, o útero segue crescendo e se estende por cima do umbigo. A grávida já pode exibir seu estado com orgulho. É o momento de preparar o quartinho do bebê, e se já conhece o sexo do bebê pelo ultrassom do mês anterior, já pode escolher as cores da parede e os tecidos do quarto. Dedique tempo diariamente para cuidar da sua gravidez e não se esqueça de que é muito importante levar um estilo de vida saudável. 

Os incômodos da gravidez no sexto mês de gestação 

Também é essencial se alimentar com uma dieta balanceada rica em cálcio, que te permita adquirir todos os nutrientes necessários para o seu bem estar e o desenvolvimento do seu bebê. Não se esqueça do seu aspecto físico. Cuidar-se para que as manchas da sua gravidez não te acompanhem o resto da sua vida é fundamental nessa etapa da gravidez. Nesse sexto mês de gestação, você vai notar uma maior sensibilidade em geral e os chutinhos do seu bebê com mais clareza. 

- Movimentos fetais. Você vai notar os movimentos do seu bebê, que mudará de posição com mais frequência, enquanto segue se desenvolvendo no seu interior durante o sexto mês de gravidez. 

- Endurecimento da pele. O útero continua crescendo e como consequência, a pele do abdômen deve se esticar para se adaptar à nova situação. Se a pele não estiver bem hidratada, podem aparecer coceiras. 

- Mamilos sensíveis. É um dos incômodos mais frequentes da gravidez. Mais do que o estado da pele, a sensibilidade dos mamilos, que se caracteriza pela coceira, procede da prolactina, um hormônio que prepara os seios para o aleitamento, cuja função é estimular a produção de leite. A auréola aumenta de tamanho e se pigmenta (escurece) e se podem notar pequenas elevações (tubérculos de Montgomery), que são glândulas produtoras de gordura. 

- O umbigo começa a sobressair. À medida que aumenta o volume da barriga, o umbigo perde sua posição habitual e se inverte para fora. Ficará assim até o parto e logo voltará a se normalizar. 

- O útero de expande. Porque o útero já não se encaixa na pélvis, se expande para cima deslocando os intestinos e pressionando o diafragma e o fígado. Como resultado, você pode sentir uma ligeira sensação de asfixia, que é geralmente temporária. 

- Micção frequente. Resultado da expansão do útero, a bexiga também fica mais comprimida. Por esse motivo, você sentirá vontade de fazer xixi com mais frequência. 

Como aliviar os incômodos da gravidez no sexto mês de gestação 

A partir do sexto mês de gravidez, os incômodos começam a se intensificar. Saiba como minimizar esses incômodos:

Coceiras na pele. Essas coceiras são aliviadas aplicando cremes hidratantes, que também previnem as estrias. Escolha os cremes que têm na sua composição rosa mosqueta porque favorece a elasticidade da pele. Aplique o creme pela manhã, depois do banho diário e também pela noite, especialmente no abdômen, nádegas e nas coxas e no peito. Assim sua pele ficará hidratada, a salvo da formação de estrias e coceiras. 

Sensibilidade no peito. Use sutiãs de algodão, sem aros e com alças largas para sustentar o aumento do volume do peito. Para evitar roces, pode usar almofadinhas especiais para a grávida, que também são absorventes, e podem lhe ajudar a reforçar a proteção do mamilo. 

Micção frequente. Evite segurar a vontade de urinar. Para combater o excesso de micção, limite a ingestão de bebidas diuréticas como o café, o chá, e as sodas, que contêm cafeína e podem ser responsáveis pela ida ao banheiro com mais frequência. Se os problemas de micção frequente acontecem também pela noite, obrigando-a a levantar várias vezes da cama, evite tomar líquidos, duas horas antes de se deitar, mas assegure-se de beber líquido suficiente durante o dia. 

Agora se você sofrer de perdas de urina involuntárias recorra aos absorventes, ainda que não seja comum chegar a esse ponto. Os exercícios de Kegel reforçarão seus músculos do períneo, e lhe ajudarão também a evitar as perdas involuntárias. É importante realizá-los diariamente para prevenir perdas de urina.