A anemia na gravidez

O consumo de ferro é vital para as gestantes

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A anemia é, em alguns casos, um sintoma associado a outra doença, e, ainda que não represente um perigo importante, quando afeta uma mulher grávida, o risco de mortalidade materna durante o pós-parto aumenta significativamente.

Durante a gravidez, o ferro presente na corrente sanguínea da mãe, também é utilizado para aumentar o volume de sangue (que aumenta durante a gestação em 50%). O resto é utilizado pela placenta e o feto, para o seu desenvolvimento.

Como se trata a anemia na gravidez

Gestante com anemia

As anemias por deficiência de ferro (ferropênicas) se diagnosticam em 75% durante a gravidez e são causadas por uma falta de ferro na dieta ou porque a dieta não é capaz de fornecer a quantidade suficiente de ferro que a gestante precisa. Por esse motivo, é normal que as futuras mamães tomem suplementos de ferro a partir do segundo trimestre da sua gravidez. Em geral, uma mulher que chega à gravidez com umas reservas de ferro adequadas e que não ingere suplementos durante a gestação, terminará a gravidez tendo consumido todas as suas reservas. 

Consequências da falta de ferro na gravidez

Se durante a gravidez uma mulher sofre de anemia, pode aumentar o risco de um parto prematuro, e os especialistas em nutrição afirmam que as crianças de mães que sofreram de anemia, tendem a sofrer também desde a menor idade. Depois do parto, o cansaço produzido pela anemia, provoca em algumas mães, o descuido da saúde. O cansaço, a fadiga e a sonolência, associadas à doença são a consequência da deficiência de ferro no organismo, que provoca uma diminuição do oxigênio nas células, devido à baixa concentração de hemoglobina no sangue.

Sintomas da anemia na gestante

Um dos sintomas da anemia é que a pele se torna de uma cor amarelada ou pálida, da mesma forma que os olhos e a boca. Além disso, acontece o esgotamento, dor de cabeça e taquicardia. As pessoas com essa doença também podem apresentar sintomas como irritabilidade, feridas na boca, aumento no tamanho do fígado e problemas para a cicatrização das feridas.

Como melhorar a absorção de ferro durante a gravidez

Durante a gravidez e no período de amamentação, o ferro é essencial na alimentação, por isso a mãe deve seguir uma dieta balanceada. É importante levar em conta que de nada serve uma dieta rica em ferro, se ao final das refeições a mãe tenha o costume de tomar café ou chá, já que essas bebidas bloqueiam a absorção desse mineral. Por outro lado, se os alimentos ricos em ferro se misturam na mesma digestão com alimentos que contêm vitamina C, essa contribui para uma maior absorção.