O que nos diz a cor dos dentes das crianças

Causas das alterações da cor dos dentes na infância

Vilma Medina

Vilma Medina

Quando falamos da coloração dos dentes há que distinguir entre dois tipos de situações: quando a variação de cor se deve sobre a superfície do dente quando se tenha aderido algum tipo de substância (alterações extrínsecas), e aquelas em que a estrutura interna do dente esteja afetada (alterações intrínsecas). 

O odontopediatra é a pessoa adequada para realizar o correto diagnóstico e tratamento. E o encarregado de avaliar as causas dessa mudança na coloração do dente. 

Causas da coloração externa dos dentes das crianças

o-que-nos-diz-a-cor-dentes A 

As alterações extrínsecas poderiam ser eliminadas mediante a uma limpeza no dentista. Nas crianças, as que se vêem com mais frequência são: 

- Manchas amarelo-alaranjadas ou verdes, o que se deve a uma escovação pouco cuidadosa que faz com que os restos de comida sejam tingidas pelas bactérias e fungos da placa bacteriana. 

- Manchas negras, consequência da presença de umas bactérias cromogênicas que reagem com o ferro presente na saliva ou em medicamentos. Isso não se deve a uma má higiene, mas tem sido associado a uma menor incidência de cáries. Podem desaparecer quando se faz a troca dos dentes, de leite para definitivos. 

Causas das alterações intrínsecas nos dentes das crianças 

A cor dos dentes das crianças também pode mudar por causas intrínsecas que alteram o interior do dente. Os mais comuns na idade infantil são: 

- As devidas às cáries. As lesões por cáries começam como uma mancha esbranquiçada (descalcificação) que pouco a pouco se transforma em amarelo escuro e posteriormente aparece uma cavidade. É bom recordar que se deve tratar com igual importância uma cárie em um dente de leite (que não esteja muito próximo de cair), como as que aparecem em dentes definitivos. 

- Aquela sequela de um trauma, que às vezes pode passar despercebido. A coroa, geralmente de um dente anterior, torna-se cinza-rosa ou amarelo-marrom. O traumatismo produz inflamação e/ou morte do nervo dental. Na dentição de leite, o mais frequente é que o odontopediatra simplesmente o vigie, ainda que pudesse ser necessário inclusive realizar uma extração. Na dentição definitiva requer um tratamento odontológico no nível do nervo do dente. 

- HMI (Hipomineralização molar-incisivo). É uma alteração muito frequente entre as crianças. Caracteriza-se porque o dente nasce com manchas de uma cor que oscila do branco giz ao amarelo-marrom. O mais comum é que afete a um ou vários molares dos seis anos (primeiros molares definitivos) e às vezes em combinação afetando os incisivos definitivos. Por isso se virmos uma mancha com essas características em um incisivo, o mais provável é que algum molar também esteja afetado. O esmalte é mais poroso, assim que são dentes que podem se fraturar facilmente e são muito sensíveis às cáries. Muitas vezes a criança se queixa de dores às alterações de temperatura. É muito importante detectá-lo o quanto antes para que o odontopediatra possa tratá-lo. 

Nunca se esqueça de levar os seus pequenos às suas revisões odontológicas periódicas. Será a melhor maneira de detectar e tratar com eficácia essas situações. 

Marta Durán

Dentista

10 coisas que você não sabia sobre os dentes das crianças

10 coisas que você não sabia sobre os dentes das crianças

Sobre os dentes das crianças circulam muitos mitos, crenças errôneas ou tradicionais que convém desmistificar. Há quem acredita que os dentes de leite não podem ter cáries, que a saída da dentição provoca febre ou que o bebê tem irritação na área das fraldas durante a saída dos dentes. Todas essas afirmações são errôneas.

O que fazer quando começam a sair os dentes do bebê

O que fazer quando começam a sair os dentes do bebê

Até os quatro ou seis meses os bebês começam a babar com muita frequência. Suas gengivas começam a se romper e eles se mostram inquietos e nervosos e tendem a levar tudo à boca, especialmente as mãos, como uma forma de aliviar seus incômodos pelo aparecimento dos seus primeiros dentes de leite. Que cuidados os pais devem ter nesta etapa?

Como evitar as quedas e acidentes com crianças

Como evitar as quedas e acidentes com crianças

A curiosidade e a falta de noção do perigo fazem com que as crianças sejam propensas às quedas e aos acidentes, muitos deles sem importância, mas outras situações podem ser perigosas. Evitar as quedas e acidentes é, portanto, uma tarefa que os pais devem ter diariamente.

Alimentos que ajudam a prevenir as cáries em crianças e gestantes

Alimentos que ajudam a prevenir as cáries em crianças e gestantes

A idéia de que os doces ou os caramelos podem produzir cáries está muito difundida, mas, no entanto, existem alimentos que podem ajudar a preveni-la? As cáries são cavidades ou danos no esmalte dental causados pelo crescimento de microorganismos como o Streptococcus mutans, além do PH ácido que alguns alimentos geram na cavidade bucal.

O poder dos dentes de leite para salvar uma vida

O poder dos dentes de leite para salvar uma vida

Que pai não guarda o primeiro dentinho de leite do seu filho? É um momento mágico, único e irrepetível. Eu conheço alguns que guardam todos os dentes de leite em uma caixinha. Mas, qual a importância dos dentes de leite, se já não servem mais... Ou servem?

Manchas brancas nas unhas das crianças ou leuconíquia

Manchas brancas nas unhas das crianças ou leuconíquia

É comum ter sofrido leuconíquia em alguma ocasião. Pelo nome técnico é complicado saber a que transtorno se refere, mas não é outra coisa que essas manchas esbranquiçadas que aparecem nas unhas das crianças. Durante muito tempo se tem associado à falta de cálcio na dieta infantil, no entanto, e ainda que custe derrubar essa lenda urbana, não tem nada a ver com a alimentação. A gente conta para você o porquê.

0 comentarios