O perigo das picadas de carrapato em crianças

O que fazer se o meu filho for picado por um carrapato

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Temos que ter especial cuidado com as crianças e os carrapatos, sobretudo durante o verão e as saídas ao campo e o contato com os animais. Ainda que na maioria dos casos as consequências sejam leves, nas crianças que são mais propícias em brincar ao ar livre e se aproximar das picadas dos animais, essas picadas podem provocar infecções e acarretar graves problemas chegando inclusive a provocar a paralisia do seu corpo. 

Consequência da picada de um carrapato em crianças

o-perigo-das-picadas-de-carrapato-em-crianças A 

Os carrapatos são parasitas externos, artrópodes da família dos aracnídeos. Têm oito patas e se alimentam do sangue, geralmente de animais como cachorros ou gatos, ainda que possam passar ao homem. Também é possível que se escondam em áreas de vegetação como grama ou arbustos altos, assim como em regiões úmidas. É por isso que a maioria das picadas acontece na primavera e no verão. 

As picadas de carrapatos podem causar inflamação e vermelhidão da região afetada, brotoejas, febre, fraqueza, dores de cabeça, articulares e musculares e rigidez no pescoço. 

Em alguns casos, a toxina que pode conter a saliva de alguns carrapatos pode chegar a afetar o seu sistema nervoso provocando a paralisia da criança depois de transcorridos alguns dias desde a picada, começando pelas extremidades inferiores e subindo a ponto de causar complicações respiratórias. Geralmente se cura retirando corretamente o parasita. 

Como prevenir a picada de carrapatos em crianças

Como qualquer outra picada de inseto, as picadas de carrapato também se pode prevenir seguindo esses conselhos: 

- Se tivermos animais domésticos em casa convém que os mantenhamos sem parasitas e vigiá-los sempre depois de um passeio

- Quando saímos ao campo com gramas altas convém vestir as crianças com camisas e calças longas. 

- É aconselhável usar repelentes antes de sair ao campo. 

- Convém revisar as crianças ao chegar a casa para ser se foi picada por algum carrapato. As regiões do corpo onde podem procurar abrigo podem ser nas axilas, virilha e na nuca. 

Tratamento da picada de carrapato em crianças 

Apesar das medidas preventivas, evidentemente sempre existe a possibilidade de que um carrapato pique o nosso filho. O que podemos fazer nesse momento? 

- Convém evitar esmagá-lo. 

- Tentar extraí-lo inteiro com umas pinças tirando com força, mas sem realizar movimentos para evitar que se introduza mais profundamente na pele ou que a cabeça fique no interior. 

- Limpar a região da picada e aplicar gelo para aliviar a coceira.

- Guardar o carrapato num saquinho e procurar o pediatra

Cristina González Hernando

Redatora de Guiainfantil.com