Aleitamento materno em bebês com Síndrome de Down

Conselhos para dar o peito ao bebê com deficiência cognitiva

Vilma Medina

Vilma Medina

O leite materno é o melhor alimento para os bebês. Todos os especialistas reconhecem seus benefícios que contribuem para a mamãe e ao bebê. No caso de crianças com Síndrome de Down, o aleitamento pode apresentar alguns problemas adicionais devido ao esforço que o bebê tem que realizar para sugar o leite, um esforço maior que ele realiza com a mamadeira. 

A gente te conta como ajudar o bebê com deficiência para desfrutar do aleitamento e incentivar o vínculo, o apego e o contato com o seu filho. 

5 conselhos para dar o peito ao bebê com Síndrome de Down

aleitamento-materno-em-bebês-síndrome-down A

Os bebês com Síndrome de Down têm baixo tônus na musculatura facial, por isso pode ser que para conseguir estimular a sucção leve mais tempo do que com outros bebês. No entanto, com carinho e paciência é possível consegui-lo. A gente te ajuda com alguns conselhos: 

- O lábio superior da criança deve ficar na altura do mamilo, roçando-o para estimular a abertura da boca. Quando o fizer você deve aproximar mais o peito aproximando todo o corpo do bebê ao seu. Tente várias vezes quanto forem necessárias até consegui-lo. O bebê tem que ficar bem colocado ao mamilo para que tire o leite com o menor esforço possível. 

- Se o bebê perde o interesse ou não tenta sugar a gente pode conversar com ele ou trocá-lo de peito para mantê-lo ativo e desperto já que os bebês com Síndrome de Down podem ficar mais adormecidos, sobretudo durante as primeiras semanas.

- É conveniente que, sobretudo nos primeiros dias, as mamadas se realizem a cada 3 horas. Depois desse período se recomenda o aleitamento a demanda

- Você pode preparar a criança para que realize uma boa sucção antes de colocá-lo ao peito. Para isso, coloque o seu dedo na boca da criança e pressione ambas as bochechas com os dedos indicadores e polegar ao mesmo tempo para favorecer o fechamento dos lábios. Movimente suas bochechas para frente e para trás. Trata-se de treiná-lo para uma correta sucção. 

- É conveniente que você lave o nariz do bebê antes de começar com o aleitamento para que possa respirar corretamente e sem se cansar. Você pode empregar uma solução salina para isso. 

Fonte: Down España

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Crianças e bebês com Síndrome de Down

Crianças e bebês com Síndrome de Down

Diagnosticar a Síndrome de Down no bebê antes do seu nascimento. A síndrome de Down é uma anomalia nos cromossomos que ocorre em 1,3 de cada 1000 nascimentos.

O exame da amniocentese deu positivo. E agora?

O exame da amniocentese deu positivo. E agora?

Estou convencida de que existem decisões na vida que não dependem nem devem depender de consultas nem de opiniões alheias. Existem decisões na vida que só depende da pessoa que está passando pela situação. Esse é o caso de uma mãe que decide se submeter ao diagnóstico da amniocentese.

Crianças com deficiência ou com capacidades diferentes?

Crianças com deficiência ou com capacidades diferentes?

A linguagem vem se humanizando com os anos. Há algum tempo crianças com Síndrome de Down eram chamados de mongóis, mas, graças a Deus isso parece impensável utilizar termos como esses. Crianças estúpidas, atrasadas, idiotas... São expressões que infelizmente passaram pela história.

A sensibilidade das crianças com Síndrome de Down

A sensibilidade das crianças com Síndrome de Down

As crianças com Síndrome de Down crescem conhecendo suas limitações. Seus pais e educadores lhes preparam para que se aceitem como são, mas também para lutar para encontrar o seu lugar na sociedade e alcançar a dignidade que merecem.

Benefícios do esporte para crianças com Síndrome de Down

Benefícios do esporte para crianças com Síndrome de Down

Nas crianças com Síndrome de Down a prática esportiva, além das vantagens físicas traz benefícios psicológicos e sociais. Devido à sua resistência cardiorrespiratória ser menor, as práticas desportivas curtas ou com descansos favorecem a sua atenção.

0 comentarios