Alimentação da criança pré-escolar

Vilma Medina

Vilma Medina

É importante conhecer as distintas etapas que passam as crianças, para compreender melhor os alimentos e as exigências alimentares de cada fase. Na idade pré-escolar, que corresponde o período de 3 a 6 anos, a criança já alcançou uma maturidade completa dos órgãos e sistemas que intervêm na digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes.

A criança come o que vê comer aos seus pais e colegas

É uma etapa de crescimento mais lento e estável, em que as crianças ganham uma média de 2 quilos de peso, e de 5 a 6 cm de tamanho ao ano.

Nessa etapa as crianças desenvolvem uma grande atividade física, e seu gasto energético aumentará consideravelmente, e que deverá se adaptar seu consumo de calorias à nova realidade. Desde o ponto de vista do desenvolvimento psicomotor, a criança alcançou um nível que lhe permita uma correta manipulação dos utensílios empregados durante as refeições, sendo capaz de usá-los para levar os alimentos à boca.

Uma das características específicas dessa idade é a rejeição por alimentos novos, pelo temor ao desconhecido. Trata-se de uma parte normal do processo de maturidade no aprendizado da alimentação, o que não deve ser traduzido pela falta de apetite.

A criança pré-escolar pode reconhecer e escolher os alimentos igual ao adulto. Normalmente, a criança tende a comer o que vê comer seus pais e outras pessoas que o acompanham. Eles observam e imitam, também na alimentação.

Na escola, esse processo se ampliará, e a criança adquirirá novos hábitos devido influências externas.

Modelos de dieta pré-escolar

Normalmente, uma criança nesta etapa deve consumir, em média, 1.600 calorias, sendo 50% carboidratos, 31% lipídeos e cerca de 18% de proteínas.

Fonte consultada
- Alimentación y Nutrición- Manual teórico-práctico
C.Vázquez, A.I.de Cos, C.López-Nomdedeu

12 comentarios

  • ROSANE

    2013-03-06 15:28:05

    NÃO SE PREOCUPEM MAMÃES ! SE VC QUER QUE SEU FILHO ALGUMA COISA DIFERENTE COMO JUNTO COM ELE .FAÇA COISAS DIVERTIDAS COM A COMIDA ,USE A CRIATIVIDADE.A PRIMEIRA REAÇÃO DELES VAI SER OBSERVAR ,DEPOIS PERGUNTAR SE É BOM DEPOIS COMER,GERALMENTE COMEM ESCONDIDOS ,DEPOIS SE GOSTAREM COMERAM SEMPRE,MAS ATEÇÃO NÃO FORCE ELE A COMER POIS ELE PODE FICAR COM TRAUMA E NOJO DO ALIMENTO.DIGO POR ESPERIENCIA PROPRIA QUALQUER DUVIDA MANDE SUA PERGUNTA PARA O MEU EMAIL.:[email protected] BOA SORTE.

  • michele

    2012-08-09 12:40:32

    ola meu filho tem 3 anos no final do ano completa 4 e dpois que entrou na escolhinha nao almoça e nao janta so come o lanche que eu mando de casa.E vive doente nao sei mais o que eu faço, ele nao come legumes , verdura, fruta so quer comer arroz, caldo do feijao,carne e farinha somente isso...

  • Marcione

    2012-05-12 08:01:02

    Alimentação pre escolar

  • Mônica Miranda Cardoso

    2012-04-25 19:43:25

    Esse artigo foi muito esclarecedor, estou escrevendo minha monografia e vou falar exatamente sobre alimentação saudáve na idade pré-escolar.Formidável!!!!!!

  • Cláudia Guerreiro da Silva

    2011-11-03 14:13:54

    Tenho uma filha de 4 anos que se alimenta bem e nunca me deu trabalho para comer legumes , frutas e tudo mais. Ela come o que nós adultos comemos, se habituou assim com sucos ao ives de refrigerantes. Se a criança não tem nenhum problema orgânico espera-se que se alimente bem. é importante respeitar sempre os mesmos horários. Contudo o pediatra me informou que de 4 a 6 anos o apetite reduz um pouco. Sempre ficou em horário integral e este ano estuda só período parcial. Este ano, comecei a ter problemas pela influencia dos lanches dos coleguinhas e pela permissividade da escola nos lanchinhos. Estes lanches, notadamente, são na maioria tão pobres em nutrientes benéficos e tão ricos em açucares e gorduras. Concordo com a Samara.Precisamos, enquanto pais, darmos exemplo de alimentação saudável e as escolas através de muitas palestras e atitudes pró ativas envolver mais os pais nesta responsabilidade. Acredito na parceria casa e escola. Esta questão é de ampla discussão.

  • Daniele

    2011-06-01 06:39:35

    Gente eu não sei mais o que fazer, até conto nos dedos o que minha filha come: biscoito wafer, recheado de chocolate, iogurte, suco de laranja e arroz com bife. Não quer provar mais nenhum outro alimento, às vezes até perco a paciência com ela, me ajudem!!!!!!!

  • Pollyana

    2011-01-24 09:58:29

    Gente minha filinha antes de ir para escolinha era 1 criança depois da escolinha ela ganhou muito peso e ela fica no integral a escola jura q a alimentação é saudavel mas agora que ela esta de ferias em casa ela j´[a perdeu 4 kg só com a alimentação saudavel q sempre dei para ela, alguém sabe me dizer o que posso conversar na escola, e tão dificil e ela ama a escolinha ela está com 2 e 6 meses e tenho muito medo da obesidade. O que fazer meu Deus! Me ajudem,

  • Andrea

    2010-05-25 03:57:11

    Sei bem o que é esse sufoco , minha filha não aceita uma clolher sequer de comida , desde de novembro de 2009.Já tentei de tudo... Ela vive de 02 ou 03 mamadeiras de leite por dia e as vezes aceita suco Tento de tudo,k até batata frita ela come só um pouquinho(qdo. isso acontece tem festa lá em casa!!!!!!!!) Me ajudem .mandem dicas para uma mãe deseperada

  • dalva

    2010-05-05 10:09:19

    ela ja estuda mas nao almoça e nem janta se obrigar ela vomita eu nao sei mais o que fazer ela esta assim desde os 2 anos de idade .

  • Jéssica

    2010-03-10 14:41:57

    Estou fazendo um trabalho com uma creche filantrópica e este artigo irá me ajudar muito. Parabéns e Obrigada por dividir isso!!!!

  • monica santos

    2009-12-11 13:37:41

    Muito interessante essa matéria, permitiu que integrasse em minha monografia.

  • Samara

    2009-11-14 23:44:41

    Adorei o artigo, muitos pais ainda não tem consciência de que os filhos os imitam nessa idade pré-escolar, e é, nessa idade que tbm aprendem a gostar dos alimentos sejam saudáveis ou não.Consumimos o que compramos e nossos filhos tbm,então que possamos nos concientizar e passar a comprar alimentos mto mais ricos em vitaminas, para termos no futuro adultos mais saudáveis.;)

Ad