O prazer de comer chocolate para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Eu não conheço a nenhuma criança que não goste de comer chocolate. Ao leite, puro ou branco. Com ou sem frutos secos ou cereais. O chocolate pode fazer parte dos seus alimentos favoritos. 

O chocolate reina nos aniversários, festas e presentes comestíveis infantis. São protagonistas no Natal, na Páscoa (ovos de Páscoa) e no verão com os sorvetes. A razão? Tem um poder e um fascínio especial. O melhor de tudo é que o chocolate em doses pequenas é muito benéfico para as crianças (e também para os adultos). Entre suas inúmeras qualidades está o de ser muito bom para o cérebro. Fantástico! 

As crianças desfrutam comendo chocolate

o-prazer-de-comer-chocolate-para-as-crianças A

Que pena que a gente não se lembre da primeira vez que comemos chocolate. Deve ter sido uma experiência fascinante. Como em quase todas as primeiras vezes. 

Entre os benefícios desse saboroso alimento estão: 

- É estimulante. Mantém as crianças ativas e com energia. 

- É muito bom contra o estresse e muito útil para as crianças com depressão, ansiedade ou desanimadas. 

- Previne doenças do coração, graças às suas propriedades antioxidantes. Seus componentes flavonóides ajudam a lutar contra o envelhecimento das células. É bom também contra o Alzheimer e também já se estudam os seus efeitos contra o câncer. 

- É benéfico para o cérebro. Entre as últimas pesquisas se destaca o seu poderoso poder para frear os acidentes cerebrovasculares. 

- Aumenta o ‘colesterol bom’. 

Pode haver algo melhor? Um alimento com um sabor extraordinário e que, além disso, é bom para a saúde. A dose recomendada? Uma ou duas porções por dia (melhor se o chocolate for negro e com mais quantidade de cacau).  

O chocolate é delicioso. E, ainda que um bebê o prove e não consiga descrevê-lo, pela carinha dele a gente pode saber que está sentindo um grande prazer. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com