Mitos sobre o chocolate para gestantes e crianças

O chocolate na dieta das grávidas e crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Se existe algo que tanto crianças como os adultos gostam igualmente é o chocolate. O chocolate é um alimento que não pode faltar na alimentação infantil por causa dos nutrientes que contribui e porque as crianças adoram. No entanto, circulam muitos mitos sobre a conveniência do chocolate para os pequenos da casa.

Também a gente fica com precauções sobre o chocolate para as gestantes e não podemos nos esquecer do estigma de que o chocolate produz o sobrepeso. Intuímos que muitos desses mitos sobre o chocolate são para desprestigiar um tanto a doce imagem que este alimento tem em todos nós. 

Verdades e mentiras sobre o chocolate

mitos-sobre-o-chocolate-gestantes-crianças A

- O chocolate engorda. Trata-se de um mito por excelência, que envolve o chocolate em um vilão de culpabilidade. O chocolate não é o culpado pela obesidade infantil, e tão pouco devemos nos privar dele durante a gravidez. É claro que engorda, mas consumido moderadamente o chocolate não afeta a mudança de peso. 

- O chocolate produz acne. Seguramente não haverá uma criança em todo o mundo que não tenha tido que escutar, enquanto saboreava um pouco de chocolate, a frase: ‘se você comer chocolate vai sair muitas espinhas em você’. A relação do chocolate e a acne vem desde o início dos tempos, mas ainda estamos esperando uma evidência científica de que este alimento tem algo a ver com os problemas de acne. 

- O chocolate e as crianças hiperativas. Também é falsa a crença de que o açúcar e, especialmente o chocolate promovem a hiperatividade infantil. As crianças hiperativas não o são pela sua alimentação e se falarmos de crianças com energia transbordante, tão pouco seja algo que possa ser atribuído ao chocolate.

- O chocolate com leite é melhor para as crianças. As diferentes variedades do chocolate também geram bastante confusão. Dizem que é melhor que as crianças comam chocolate com leite para assim completar a quantidade de cálcio recomendada. No entanto, o chocolate negro é o que apresenta mais benefícios para a saúde das crianças e adultos, inclusive se conhecerem suas propriedades para a tosse. 

- O chocolate na gravidez e as crianças felizes. A sabedoria popular afirma que mulheres que comem chocolate estando grávidas dão a luz a crianças mais felizes. Mas, já sabemos que a sabedoria popular nem sempre é tão sábia. A felicidade de uma criança depende do seu meio nos primeiros meses de vida e não da alimentação durante a gravidez. 

- O chocolate e o estado de ânimo da mulher grávida. Ainda que comer chocolate durante a gravidez não implique em ter filhos mais felizes, é certo que o ânimo da gestante pode melhorar consideravelmente com um pouquinho de chocolate. Os efeitos de ânimo devido às alterações hormonais não podem ser combatidos pelo chocolate, mas tão pouco vai nos fazer algum mal em comer um pouco de chocolate para nos sentirmos mais felizes.