Obesidade infantil. Um problema mundial

A obesidade infantil cresceu assustadoramente entre crianças e adolescentes

Vilma Medina

Vilma Medina

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade e o sobrepeso alcançaram números de epidemia mundial. As cifras assustam. Mais de 2,1 bilhões de pessoas adultas têm sobrepeso e dentre elas, pelo menos 600 milhões são obesas. Campanhas em todo o mundo vêm sendo feitas para diminuir esse número. Mesmo assim, o crescimento da obesidade infantil até mesmo em países desenvolvidos é espetacular e preocupante. 

O que é a obesidade infantil?

obesidade-infantil-problema mundial A 

Trata-se de um acúmulo de gordura corporal, especialmente no tecido adiposo, e que pode ser percebido pelo aumento do peso corporal quando alcança 20% a mais do peso ideal de acordo com a idade, tamanho e sexo do menino ou menina em questão. Para calcular o peso ideal de uma criança entre 2 e 5 anos de idade, ainda que de forma apenas aproximada, deve-se multiplicar a idade em anos por dois mais oito. 

Calcule o peso ideal do seu filho. Exemplo: para saber quanto deve pesar, em média, uma criança de cinco anos, multiplica-se a idade (5) por 2 e soma 8, ou seja, 5 x 2 + 8 = 18 Kg. Esse método não é exato. Trata-se somente de uma idéia. O mais recomendável é consultar e considerar o que o pediatra diz a respeito da criança. 

Crianças com sobrepeso 

Para muitas famílias, ter um filho gordinho, rechonchudo e cheio de dobrinhas é um êxito, pois para eles é sinal que a criança está bem forte e cheia de saúde. Mas, os especialistas em nutrição infantil não pensam da mesma forma. E vão além: dizem que essas famílias estão muito equivocadas. O que importa não é que a criança esteja gorda ou magra. O que interessa é que a criança esteja saudável. E é justamente aí que queremos chegar. 

De acordo com a revista científica Lancet, o Brasil ultrapassa a média mundial de pessoas acima do peso ou obesas

Do ano de 1980 a 2013, a proporção de adultos acima do peso aumentou de 28,8% para 36,9% na população masculina e de 29,8% para 38% nas mulheres em todo o mundo. 

O que mais assusta é o aumento da obesidade entre crianças e adolescentes em países desenvolvidos: 23,8% dos meninos e 22,6% das meninas estavam acima do peso. 

A mesma coisa ocorreu em crianças e adolescentes dos países em desenvolvimento: 12,9% dos meninos e 13,4% das meninas apresentavam sobrepeso. 

O que e qual a quantidade de comida que uma criança deve comer 

Não existe uma quantidade exata de comida que uma criança deve consumir. Cada criança é um caso diferente, e seus desejos e necessidades são distintos. Em razão disso, os pais devem estar atentos aos hábitos alimentares e sempre incentivar os filhos a praticarem uma atividade física, de preferência em grupo. Sempre é bom lembrar que a dieta tanto na infância como na idade adulta deve ter muitas frutas e verduras, legumes, pouca gordura e pouco sal. Estabelecer uma rotina saudável no lar é responsabilidade dos pais, não esquecendo de que o exemplo fala mais do que mil palavras.

Causas da obesidade infantil

Causas da obesidade infantil

Segundo os especialistas do tema, as mudanças alimentares e as novas formas de vida são as principais desencadeantes do aumento da obesidade. Ou seja, os critérios alimentares e a correria cotidiana dos pais são alguns dos fatores que contribuem para que as crianças apresentem sobrepeso.

Consequências da obesidade infantil

Consequências da obesidade infantil

A obesidade infantil e suas consequências. Maus hábitos adquiridos durante a infância podem levar a criança a sofrer consequências preocupantes, principalmente para a sua saúde. O risco de desenvolver transtornos durante a adolescência é um exemplo claro do que pode suceder se a criança obesa não receber tratamento e atenção adequada à sua alimentação e forma de vida.

Prevenção da obesidade infantil

Prevenção da obesidade infantil

O hábito de selecionar bem os alimentos é importante para lutar contra a obesidade infantil. Hábitos alimentares saudáveis para as crianças.

Crianças vítimas do diabetes

Crianças vítimas do diabetes

O diabetes é considerado a epidemia do século XXI. Relacionado com a obesidade e o sedentarismo, o diabetes afeta já 366 milhões de pessoas no mundo, e é responsável por 4,6 milhões de mortes por ano. O perigo é o aumento assustador de crianças com diabetes.

Quando uma criança é diabética

Quando uma criança é diabética

O diabetes é a segunda doença crônica que mais afeta as crianças. Os casos aumentam ano após ano, levando as crianças afetadas a terem um alto grau de responsabilidade e controle para evitar problemas futuros. O apoio familiar é muito importante para a criança.

A criança que come muito

A criança que come muito

Enquanto a maioria das mamães se preocupa quando o seu filho não quer comer, um grupo, um pouco mais reduzido, é o que compõe as mamães cujos filhos são glutões. Os extremos são perigosos. Por um lado pode levar à desnutrição e por outro ao sobrepeso e obesidade.

0 comentarios