As mil e uma maneiras para que a criança coma

Vilma Medina

Vilma Medina

Para que minha pequena sobrinha coma, diz sua mamãe, ela tem que realizar verdadeiros shows todos os dias e em todas as refeições. Muitos papais têm recorrido ao entretenimento durante a alimentação dos filhos e eu reconheço que é uma prática bastante eficaz, mas não deveria se converter em um costume, já que a alimentação pode se converter em uma ação condicionada.

A alimentação é um aprendizado

as-mil-e-uma-maneiras-para-criança-coma A

Quem não conhece o típico ‘esta colherinha pelo papai, outra pela mamãe... ’, assim até nomear a família toda e pessoas próximas para que a criança acabe com toda a papinha; ou a colher ‘voadora’ que simula o foguete, o avião ou a moto que na sua trajetória acaba aterrissando na boca bem aberta do nosso filho; contar-lhes os mil e um contos ou recorrer a algum objeto ou brinquedinho para manipular. E o pior de todos... Colocar os desenhos animados eu ele mais gosta enquanto colocamos a colherinha na sua boca, sem nenhum interesse, absorto pela televisão. Alguns papais recorrem a alguns pratinhos e colheres em forma de bichinhos ou de foguetes, que ajudarão na alimentação do pequeno.

Quase todos os pais e mães já recorreram, alguma vez, a esses truques e entretenimentos para conseguir que o nosso filho termine o prato e temos conseguido que a alimentação seja um ato inconsciente. A criança acaba abrindo a boca pelo fato de que estejamos brincando com ela ou está passando um momento relaxada diante da televisão, mas devemos aspirar por algo melhor: que os nossos filhos consigam desfrutar do ato em si de se alimentarem, e não do show que o acompanha. 

A brincadeira pode ser a recompensa posterior ou o prêmio por ele ter comido tudo muito bem. Muitas vezes a gente se sente obrigado, já que acreditamos que nosso filho não come o suficiente e essas artimanhas são muito bem vindas para conseguir que a criança ingira os alimentos que o ajudará a ter uma correta nutrição e saúde. 

A alimentação é um aprendizado, e, sem dúvida, o aprendizado deve ser divertido, assim que, de acordo com o seu crescimento, devemos ensiná-los a desfrutar da comida e do encontro familiar, abandonando os brinquedos, jogos ou entretenimentos alheios ao ato e lugar de se alimentar. 

Patro Gabaldón

Redatora de Guiainfantil.com

A boa e a má alimentação infantil

A boa e a má alimentação infantil

 A comida não deve ser um prêmio nem um castigo para as crianças. Para que tenhamos melhor saúde física, é necessário que comamos menos e que nossa comida seja rica em hidratos de carbono, contenha um terço de gorduras e o resto seja coberto por proteínas. E que paralelamente a isso, pratiquemos alguma atividade física diária.

Problemas na alimentação infantil. A criança não quer comer

Problemas na alimentação infantil. A criança não quer comer

Quando a criança não come. Em muitas ocasiões, os pais, com um grande desejo de que a criança esteja bem nutrida, fazem da hora de comer o momento de mais tensão na casa, com angústia, ansiedades e reprovações às condutas da criança em relação ao alimento. As crianças têm sabedoria natural diante de suas necessidades fisiológicas.

Alimentação para bebês de 7 a 12 meses

Alimentação para bebês de 7 a 12 meses

Aos 7 meses o bebê provará carne nas comidas. A introdução da carne é o grande passo entre o 7º e 8º mês. Inclui o novilho (carne nova) alternando-o com o frango na comida. A partir do 8º mês se inicia uma papinha salgada na janta, com a introdução do pescado branco (merluza, linguado) 3-4 vezes por semana.

Bebês e crianças celíacas

Bebês e crianças celíacas

A celíaca, é uma das doenças intestinais crônicas mais comuns. É a doença que ocorre com mais frequência na Europa. Segundo a Federação de Associações de Celíacos da Espanha (FACE), um de cada 200 ou 300 nascidos vivos na Espanha, pode sofrer dessa doença.

Os probióticos na alimentação infantil

Os probióticos na alimentação infantil

Já faz décadas da chegada dos probióticos no mercado, mas desde então até agora, a variedade de cepas probióticas, assim como a diversidade de alimentos que os contém tem crescido muito. De fato, os produtos destinados na infância são cada vez mais variados.

Os benefícios dos carboidratos para as crianças

Os benefícios dos carboidratos para as crianças

Um dos alimentos primordiais na alimentação das crianças são os carboidratos. Uma fonte de energia necessária para o ritmo de vida dos pequenos da casa.

0 comentarios