A primeira viagem em avião com o bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Minha filha viaja em avião praticamente desde que nasceu. Agora, aos dez anos, continua fazendo-o, porque acreditamos que, tanto por terra como pelo ar, os pais não devem superproteger nem poupar novas experiências às crianças. Se elas experimentam o medo ou qualquer outro tipo de reação emocional, é quase seguro que estarão refletindo o que os pais estão sentindo. Na maioria dos casos, são os pais que têm mais medo de viajar em avião.

Viajar em avião com bebês

a-primeira-viagem-em-avião-com-o-bebê A

Os pais têm mais medo de viajar em avião do que as crianças. Assim que, não devem buscar desculpas para não viajar com o bebê em avião. Toquem nas nuvens com o seu bebê! De acordo com os pediatras, os bebês estarão preparados para viajar em avião a partir dos dez dias ou duas semanas após o nascimento, ainda que alguns viajem antes. 

O estressante de viajar com bebês em avião é a quantidade de coisas que a gente tem que levar. Mesmo assim, os pais não devem se preocupar porque os comissários de bordo das companhias aéreas estão mais do que preparados e acostumados a esse tipo de situação. Normalmente, estão sempre atentos se os pais vão necessitar de água morna para preparar a mamadeira, ou se vai necessitar esterilizar a chupeta ou coisas do tipo. 

Se o vôo for muito longo, as companhias oferecem um berço dobrável a bordo, na primeira fila, para bebês com menos de dois anos de idade, para que os pais viajem mais cômodos nas suas cadeiras, sem ter que carregá-los nos seus braços.

Para que essa primeira experiência seja a melhor possível, eu deixo alguns conselhos: 

- Não se esqueçam de levar fraldas, mamadeiras, medicamentos, leite, potinhos, uma troca de roupa, algum brinquedinho, lápis ou livrinho de contos e tudo relacionado ao bebê. 

- Certifique-se que o bebê goza de boa saúde antes da viagem.

- Para evitar que a mudança de pressão no interior do avião, no momento da decolagem ou da aterrissagem, não incomode ao bebê, procure com que nesses momentos ele esteja chupando o peito da mamãe, ou a mamadeira ou a chupeta, para liberar a pressão do ar que se acumula nos ouvidos.

- Busquem dar muito líquido ao pequeno durante a viagem. 

- Coloquem uma roupa cômoda para o bebê, principalmente se a viagem for muito longa.

- Caso aconteça alguma mudança de horário, não se preocupem, porque o relógio interno dos bebês irá se adaptando pouco a pouco.

- Se o bebê chorar leve-o até a parte traseira do avião para não incomodar os outros passageiros e distraí-lo. Para isso, é sempre bom levar um brinquedo ou boneco que a criança goste.

- Se o seu bebê é muito inquieto, comente isso com o seu pediatra sobre a possibilidade de dar-lhe algum sedativo ou um remédio para evitar enjôos.

- Outra coisinha: a segurança das crianças pequenas no avião é muito importante. O bebê deve usar cinto de segurança, seja qual for a viagem. Existem cadeiras apropriadas pra que as crianças a partir dos dois anos, viagem nas poltronas de adultos. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com