Por que a cor rosa é de meninas e o azul de meninos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

'As meninas vestem rosa e os meninos azul’ é um estilo tão estendido que muitas vezes a gente adota sem pensar duas vezes. Assim é como a moda infantil já trabalha em todo o mundo; em áreas separadas em lojas de brinquedos, lojas de roupa ou móveis infantis. 

É um padrão imposto e aceito por muitas pessoas sem pensar o porquê. Por que o rosa é para as meninas e o azul para os meninos? Tudo tem uma história e uma explicação, mas houve um tempo em que isso não foi assim. 

As meninas preferem o rosa e os meninos o azul?

por-que-a-cor-rosa-e-de-meninas A

As meninas preferem rosa porque o preferem? Os meninos o evitam porque acreditam que é uma cor extravagante? Parece que a escolha de cores por sexo não é inata, nem as meninas se encantam pelo rosa, nem os meninos pelo azul. É um estilo imposto pela moda das últimas décadas. 

Existem vários livros e artigos que explicam a história da associação de cores pelo sexo. Nesses estudos mostram que nos Estados Unidos, até a Primeira Guerra Mundial a cor escolhida para os bebês era o branco. Quanto aos meninos eles costumavam usar mais a cor rosa porque se associava ao vermelho e se considerava como uma cor de força e as meninas, no entanto, vestiam azul, já que se relacionava com a delicadeza e a suavidade. 

Essa tendência também acontecia na arte: a Virgem Maria era representada com um manto azul, enquanto que Jesus era coberto com um manto vermelho. E, de igual maneira, na Europa, em muitos orfanatos, os varões usavam roupa vermelha ou rosa e as meninas azul. 

Quando essa tendência mudou? Durante a Primeira Guerra Mundial começou a se inverter as cores, e os marinheiros usavam jaquetas azul marinho e os cartazes que simbolizavam o heroísmo dos soldados azuis estavam por todas as partes. Os meninos começavam a vestir azul ‘marinheiro’ e pouco a pouco essa moda foi se estendendo. 

É, sobretudo a partir de 1980, quando as lojas e marcas começam a demarcar essa diferença de cores pelo sexo e a fabricar e produzir elementos rosa pensados para meninas e azuis pensados para meninos. Além disso, se estende de forma mais generalizada a utilização de tons pastel para a roupa de bebês e crianças.

Em todo o caso, essa tendência é mais ocidental, já que em muitas tribos africanas não existe esse tipo de separação de sexos por cores, nem tão pouco uma tendência de preferência pelo azul em meninos e rosa pelas meninas. 

Alba Caraballo 

Editora de GuiaInfantil.com