O bullying de uns pais a uma menina

Vilma Medina

Vilma Medina

É verdade que a maioria dos casos de bullying acontecem dentro das escolas e colégios, e inclusive dentro de casa entre os irmãos. Mas o que nos deixou com a boca aberta esta semana foi um caso em que a origem do bullying esteve claramente nos pais das crianças. O que você faria se á festa de aniversário da sua filha, não aparecessem nenhuma criança convidada?

Um pai denunciou bullying de uns pais à sua filha

Pai denuncia bullying de outros pais à sua filha

Tudo começou quando uma menina, Paula, convidou os seus colegas de classe para a festa do seu aniversário. Como pode uma menina ser tão pouco popular no colegio que nenhum colega tenha ido à sua festa? E foi isso o que aconteceu. Ninguém apareceu e Paula ficou esperando na sua casa. Os pais dela tinham até feito um convite pelo chat de pais do colegio, mas nenhum pai e nenhum mãe respondeu nem levou o seu filho ao aniversário de Paula.

Chateado e enfadado, o pai de Paula escreveu no chat de pais do colegio:

- Hoje foi o aniversário de Paula. Convidei vocês há duas semanas. Ela esteve todo o dia perguntando quanto faltava para que chegassem os seus amigos e nada. Ela esteve toda a tarde esperando… De pais como vocês, é que saem filhos abusadores.

Junto com esta mensagem, o pai enviou uma foto de Paula, sozinha, sentada na mesa com todo preparado para a festa de aniversário que ela tanto tinha sonhado e que não chegou a celebrar.

Com esta historia real, o pai de Paula quer denunciar algo que existe e de que quase ninguém fala abertamente: quando os pais são os que incitam aos filhos para que se afastem de uma criança ou que simplesmente se calam e permiten que a criança seja recusada, sem intervir.

Onde está a origem do bullying

Já se realizaram inúmeros estudos e investigaciones a respeito do bullying e a sua origem. Y todos coincidem que é um tema muito complexo. Por qué existe o bullying? Onde está a raiz do problema? É o mesmo que perguntar: Onde está a origem do racismo, da discriminação, do ódio, etc.

Ainda que muitos expertos revelam que a origem do bullying está em casa, nao podemos negar que esteja também na sociedade e na personalidade da criança, nas experiencias de cada um. Talvez a origem esteja num conjunto de circunstancias.

O que este pai denuncia é certo: muitas vezes sao os propios pais os que mostram preferencias por um grupo de crianças invés de outro. Sao os pais que afastam os seus filhos de alguma outra criança porque eles nao vão com a cara dela. Tem pai até que nao deixa o seu filho ir a um colegio porque uma determinada criança vai estar na mesma sala que o seu filho.

E eu me pergunto: Que exemplo damos aos nossos filhos? O que você faria numa situação assim?

Bullying ou maltrato aos professores

Bullying ou maltrato aos professores

O Bullying é uma ação de uma pessoa ou um grupo contra outra indefesa buscando denegrir, humilhar, intimidar e causar terror na vítima. O assédio moral tem aumentado em todo o mundo e é comum se ouvir falar de maus-tratos com crianças, mas o que muitos têm esquecido são os maus-tratos com professores.

10 perguntas sobre o assédio escolar ou bullying

10 perguntas sobre o assédio escolar ou bullying

O assédio escolar ou bullying é um tema que preocupa a milhares de pais em todo o mundo. Qualquer criança pode sofrer intimidação e por isso devemos permanecer alertas diante de qualquer indício.

Como posso evitar que intimidem ao meu filho

Como posso evitar que intimidem ao meu filho

Todos os pais se preocupam que o nosso filho ou filha se converta na vítima de um agressor, seja na escola ou em algum outro lugar. Nós nos preocupamos que não saiba se defender ou que não tenha as ferramentas necessárias para se proteger dos ataques emocionais ou físicos desses tipos de crianças.

A fabulosa estratégia contra o bullying de uma professora

A fabulosa estratégia contra o bullying de uma professora

O bullying se instala nas salas de aula, sutil e silencioso. Frequentemente invisível diante de muitos olhos. Para freá-lo não tem outra solução: evitar que se instale entre os alunos, mas, como? Uma professora tem encontrado um método eficaz que previne o assédio moral e ajuda aos professores a detectá-lo a tempo. A gente te explica em que consiste.

Ignorar alguém também é assédio escolar

Ignorar alguém também é assédio escolar

É curiosa a confusão que os pais têm com o assunto do assédio ou bullying. Muitos acreditam que as situações são ativas e consistem em intimidar ou atacar pessoalmente a alguém seja com palavras ou com violência física, mas poucos conhecem que ignorar alguém também é assédio. E é justamente essa marginalização que acaba com a autoestima de muitas crianças na escola.

0 comentarios