Bullying ou maltrato aos professores

Vilma Medina

Vilma Medina

O Bullying é uma ação de uma pessoa ou um grupo contra outra indefesa buscando denegrir, humilhar, intimidar e causar terror na vítima. O assédio moral tem aumentado em todo o mundo e é comum se ouvir falar de maus-tratos com crianças, mas o que muitos têm esquecido são os maus-tratos com professores. No Brasil e em todo mundo já existem inúmeros casos de professores que tiveram que abandonar a ilustre carreira seja por bullying, ameaças e agressões por parte dos alunos. 

No meu caso, eu tenho uma tia e uma prima docentes que vi se formarem após muito sacrifício do seu tempo e amando sua profissão. Por elas e pelos professores que tenho tido ao longo da minha vida eu escrevo essa breve reflexão. 

Perseguição escolar e violência contra os professores

bullying-ou-maltrato-aos-professores A 

O maltrato aos docentes não é novo. Em vários países, os ameaçam de morte, são maltratados física, verbal e moralmente por alunos e pais de família e parece que nada acontece. De fato, os números que busquei na internet para nutrir esse artigo são insuficientes. Cada país administra números diferentes e existem muitos maus-tratos não denunciados, uma vez que os professores se negam a falar por medo ou por vergonha. Além disso, trata-se de violência cotidiana. Essa violência sempre parte de um valentão que supostamente tem mais poder, mas às vezes são grupos inteiros contra uma vítima. Como se defender? 

Eu te convido a buscar em vídeos na internet de professores agredidos, insultados, humilhados. Isso é bullying. Como o mau-trato escolar também exercido pelas redes sociais, correios ameaçadores aos professores, problemática que também tem aumentado. O chat usado para realizar ‘memes’ naqueles que tiram sarro do professor também se configura em bullying. 

O mais grave é que a intolerância contra aquele que ensina já tem como conseqüência muitas mortes. Essa profissão, em que celebramos no dia 5 de outubro em todo o mundo (no Brasil se comemora no dia 15 do mesmo mês) o Dia Mundial do Professor, na verdade se torna de alto risco em vários países em todo o mundo, por situações de guerra onde a escola se em alvo de ataques por pertencer a sindicatos e por situações de intolerância. 

Agora, o que podemos fazer? Se você for pai de família, ensine em casa o respeito pelo professor na escola. Pode ser que ele se engane, mas quando o fizer, aproxime-se dele de uma maneira respeitosa e não fale mal dele na frente dos seus filhos. Promova o respeito à autoridade, pois você é a autoridade na sua casa e seu filho o vê como exemplo. Ajude a construir um mundo mais tolerante, onde os pequenos respeitem como a gente fazia antigamente, quando o professor era uma autoridade a ser respeitada. Caso aconteça o contrário e o seu filho for maltratado pelo seu professor, não tenha dúvida de denunciá-lo. 

Nós temos que trabalhar juntos para evitar o bullying qualquer que seja sua manifestação, e banir das salas de aula qualquer tipo de violência, seja de aluno contra aluno, professores contra alunos e vice-versa, e que a sala de aula volte a ser um lugar propício para o ensino de boa qualidade.

Pais e professores, aliados ou inimigos?

Pais e professores, aliados ou inimigos?

Antes, quando uma criança se portava mal na escola, os pais se colocavam ao lado do professor, e se considerassem oportunos, duplicavam o castigo. Crianças sem limites, professores sem qualificação, aliado com uma baixa remuneração tem deixado a educação de lado.

Frases sobre os professores fascinantes de Augusto Cury

Frases sobre os professores fascinantes de Augusto Cury

A gente selecionou uma série de frases de Augusto Cury para mestres e professores, extraídas do seu livro: ‘Pais brilhantes, professores fascinantes’. Ele acredita que ‘Não existem jovens difíceis, mas sim uma educação inadequada’.

10 tipos de pais que os professores detestam

10 tipos de pais que os professores detestam

O trabalho do professor é realmente importante. Ele tem a capacidade de guiar, ensinar, influenciar, apaixonar e motivar as crianças. Trabalhar com alunos é uma grande responsabilidade, mas não isenta de pedras pelo caminho. Um deles está relacionado com os pais e mães dos estudantes. Pais que os professores detestam.

Uma professora explica com duas maçãs o que é o bullying

Uma professora explica com duas maçãs o que é o bullying

Nesse dia, a professora Rossie Dutton queria explicar aos seus alunos o que é bullying. Ela pensou como podiam entendê-lo. Ela não está especializada em psicologia infantil. Pensou que a melhor maneira de entender algo que não se vê é fazer com que a criança enxergue. Ela usou duas maçãs. Uma que ela deixou cair várias vezes ao chão sem se machucar por fora e outra sem cair. Veja o resultado.

O professor que deu uma lição ao mundo. As mães também podem estudar

O professor que deu uma lição ao mundo. As mães também podem estudar

Uma aula do professor Sidney Engelbert acabou viralizando na internet. Quando um dos bebês que estava na sala de aula começou a chorar, a mamãe se levantou para sair da sala e assim não incomodar aos outros, mas Engelbert ofereceu então um exemplo de comportamento organizacional: pegou a criança nos braços e pediu para que a mãe se sentasse e continuou a aula.

O professor que cruza um rio nadando todos os dias para dar aula

O professor que cruza um rio nadando todos os dias para dar aula

Chama-se Abdul Malik, e é professor. Todos os dias ele pega uma sacola plástica, caminha vários quilômetros e ao chegar ao rio tira a roupa, guarda na sacola plástica, segura bem os sapatos e cruza o rio a nado. Depois continua andando até a escola. Sem dúvida, uma comovente história que nos faz refletir sobre a entrega de algumas pessoas pelo trabalho que realmente amam.

0 comentarios