Um prêmio ou um castigo de baixo custo para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O bom de conversar com outros pais é a quantidade de informação que a gente pode intercambiar ou refrescar na nossa memória. Outro dia eu li um excelente comentário de uma mamãe sobre como premiar o bom comportamento dos nossos filhos pequenos de uma maneira realmente eficaz, que com certeza você já deve saber, mas é interessante relembrar. 

O melhor prêmio pelo bom comportamento para as crianças

um-prêmio-ou-um-castigo A 

Algumas creches ou escolas infantis têm o hábito de desenhar na palma da mão da criança um rostinho feliz ou triste, significando um bom ou mau comportamento naquele dia. As crianças se sentem orgulhosas quando o professor desenha uma carinha redonda feliz na sua mão; as professoras sabem bem da eficácia que tem para as crianças de ir para a casa com um desenho de uma carinha feliz nas mãos. Por outro lado, eu me lembro que em numerosas vezes em que o meu pequeno de três anos, cuja personalidade era bastante inquieto e demandante chegava a casa com uma carinha triste desenhada em sua mãozinha, em que a professora colocava estrategicamente para que eu me inteirasse de que o seu comportamento em sala de aula não tinha sido correto, seja por brigas, desobediência ou outras rebeldias tão frequentes nas crianças. 

No primeiro dia isso não lhe afetou muito, mas em sucessivas ocasiões ele tentava apagá-la da sua mão ou a escondia atrás das costas para que eu não visse. Não é que eu fosse castigá-lo por isso, mas o simples feito de que lhe perguntasse sobre a carinha infeliz fazia com que ele se sentisse envergonhado. O primeiro dia que o meu filho apareceu com uma maravilhosa carinha sorridente em sua mão, ele a exibia com orgulho e até se opunha que eu apagasse com sabão na hora do banho. Como dizia essa mamãe que comentou na nossa página, o simples fato de ter essa carinha contente era um enorme presente para ele. Era como o reconhecimento pelo seu esforço, e vê-la desenhada em sua mão era sua motivação para conseguir outra nova para o dia seguinte. 

O sucesso dessas carinhas está em explicitar e fazer presente e palpável a conquista da criança. Serve para a sua autoestima e pode ter como resultado que a criança perceba que podem modificar (para melhor) a visão que os demais têm dele. Estou muito de acordo com essa mamãe em que os prêmios que movem a um bom comportamento ou a corrigir maus hábitos, sem necessidade de presentes caros, que às vezes parece um suborno a pagar, e que a criança acabará exigindo para obter dela um bom comportamento. As carinhas estão ao alcance de todos os pais e são realmente úteis para educar e motivar, ainda que a princípio pareça uma besteira. 

Patro Gabaldón

GuiaInfantil.com