Mamãe, você sabia que eu tenho um namorado?

O que dizer quando as crianças dizem que estão namorando?

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Minha filha de seis anos me disse há alguns dias: 'Mamãe, você sabia que o Miguel é o meu namorado?' Seguramente, se o seu filho já iniciou na escola, alguma vez já deve ter confessado que tem uma namorada, que 'Fulaninha' está beijando 'Fulaninho' ou que estão namorando. Inclusive podemos escutar muitas vezes os adultos perguntando em tom de piada, se a criança tem um namorado ou namorada. Mas as crianças se enamoram?

Os namorados e namoradas dos nossos filhos

mamãe-você-sabia-que-tenho-namorado A

Esta ingênua declaração da minha filha me serviu para falar com ela sobre a diferença entre a relação de amizade e a atração natural que é possível sentir por alguém. Por que as crianças falam sobre namorado ou namorada? Por acaso se enamoram?

Dr. José Luis Pedreira, psiquiatra e psicoterapeuta, diz que as crianças não se enamoram antes de chegar à puberdade, já que ainda não estão preparadas biologicamente para segregar as substâncias químicas que regulam a atração física e não estão equipadas para compreender devidamente a condição de escolha mútua que se produz no namoro. 

Nossos pequenos não necessitam ser correspondidos na sua fantasia. Talvez o menino ou a menina escolhida para ser namorada, desconheça completamente seus sentimentos. Parece mais com uma conduta imitada, uma influência sociocultural, um jogo, já que ‘ser namorado’ de alguém é algo que os filhos mais velhos fazem quando mostram o seu afeto pelo sexo oposto. 

Não convém se surpreender ou se preocupar diante de tais declarações. Trata-se de uma das múltiplas expressões que as crianças têm. Estes sentimentos podem ser úteis para os pais na orientação sobre temas sexuais, na explicação da relação amorosa que se estabelece entre dois jovens que se beijam na rua e que também serão despertados neles. Os pais devem explicar o porquê duas pessoas decidem unir as suas vidas e formar uma família, um tema importante para a vida de toda a pessoa. 

Convêm ensinar às crianças a interpretar seus sentimentos presentes e futuros, mediante uma comunicação nutrida em família, com respostas claras e sinceras às suas dúvidas, seus sentimentos e relações com os demais. 

Patro Gabaldón. Redatora de GuiaInfantil.com