A família celebra o seu dia

Vilma Medina

Vilma Medina

No dia 15 de maio se celebra o Dia Internacional da Família. Em 1993, a Assembléia Geral das Nações Unidas decidiu, mediante uma resolução, destacar este dia no calendário para sensibilizar governos e poderes políticos sobre os assuntos relacionados à família e a importância de criar medidas para auxiliar, proteger e apoiar as famílias. Além disso, são nos momentos de crise que a família tem um papel fundamental. 

A importância da família

a-família-celebra-seu-dia A

A família é um dos maiores tesouros que uma pessoa pode ter. Eu me considero uma pessoa riquíssima, porque meus pais, sogros, irmão e cunhados estão e sempre estiveram presentes quando eu precisei. Se não posso pegar meus filhos na escola, os avós fazem isso com muita alegria. Se eu necessito ajuda extra, eles se oferecem sem nenhum interesse. Minha família está presente para os bons e maus momentos. E eu tenho que dizer que isso é recíproco. Quando qualquer dos meus entes queridos necessita de minha ajuda, sabem que podem contar comigo. 

Nestes tempos de crise econômica, quando o dia a dia se complicou para tantas pessoas, a família tem surgido como uma das instituições mais fortes. Filhos que não podiam pagar seu aluguel voltaram à casa dos pais; pessoas sem trabalho nem remuneração, podem comer e vestir graças ao esforço dos entes queridos; pais e mães que não podem pagar a alguém para cuidar dos filhos enquanto trabalham, recebem ajudas voluntárias dos avós

A família ocupa um papel de destaque em uma sociedade em que muitas vezes as pessoas não encontram apoio nos seus governos e estados. Somos pessoas de sorte, porque na nossa sociedade a família é um pilar fundamental. Em outras sociedades, os filhos abandonam o ninho familiar para não mais voltar, os laços com quem foram criados e educados se rompem emocional e fisicamente. 

Os governos, por sua vez, deveriam mostrar mais atenção às famílias, as quais deveriam ser apoiadas, auxiliadas, defendidas e protegidas com carinho e dedicação. São, no final das contas, os pilares básicos da nossa sociedade. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Os avós e os netos: um encontro enriquecedor

Os avós e os netos: um encontro enriquecedor

A importância do convívio dos netos com seus avós. Em muitas famílias, conciliar trabalho, casa e filhos, é uma tarefa que requer muita habilidade e, em muitos casos, alguns sacrifícios. A chegada de um bebê não só altera a vida dos pais, mas também a de muitos avós.

Os inimigos da comunicação familiar

Os inimigos da comunicação familiar

As razões de uma má comunicação familiar. Quando um membro de uma família chega à sua casa, pode perceber uma mensagem de bem-estar ou tensão, sem a necessidade de olhar o rosto do restante da família. Isso pode acontecer em razão de quanto mais estreita seja a relação entre as pessoas, mais importância terá, e mais evidente será a comunicação não verbal.

Uma boa comunicação em família

Uma boa comunicação em família

Uma boa comunicação, une a família. É claro que não existe uma regra básica para melhorar a comunicação em uma família. Cada família é um mundo distinto, uma linguagem única. O que deve existir, como meio de melhorar a comunicação, é a vontade, o interesse, e a disponibilidade por parte dos pais, e que esse espaço seja criado e vivido intensamente, na medida do possível.

Como conciliar filhos e trabalho

Como conciliar filhos e trabalho

Muitos pais se sentem frustrados, com sentimento de culpa e impotentes diante da falta de tempo junto aos seus filhos. Deixar a educação nas mãos de terceiros e não poder acompanha-los em suas atividades é muito duro para muitos deles.

10 formas de conectar com o seu filho

10 formas de conectar com o seu filho

Durante os primeiros meses, inclusive anos da vida dos nossos filhos, o apego é muito grande. Os bebês precisam da gente para tudo: comer, tomar banho, vestir-se, brincar ou caminhar.

0 comentarios