10 formas de conectar com o seu filho

Atividades para promover a conexão com os filhos

Vilma Medina

Vilma Medina

Durante os primeiros meses, inclusive anos da vida dos nossos filhos, o apego é muito grande. Os bebês precisam da gente para tudo: comer, tomar banho, vestir-se, brincar ou caminhar. A conexão com os filhos deve ser independentemente da idade. É algo para toda a vida. 

À medida que as crianças crescem, muitos pais pensam que seus filhos vão se afastando deles porque já não têm essa dependência tão grande. No entanto, a conexão com os filhos deve ser independentemente da idade ou das necessidades que tiverem. É algo para toda a vida. 

Como conectar com os filhos

10-formas-de-conectar-com-seu-filho A

A conexão com um filho é para sempre, ainda que tenha que incentivá-la, alimentá-la e estimulá-la. Para conseguir essa conexão, basta colocar em prática todas essas simples ações:

1- Falar e escutar: A comunicação e o diálogo são um dos pilares do vínculo familiar. 

2- Brincar: sair ao parque, desfrutar de jogos de mesa, sentar-se no chão com eles e pedirmos que nos ensinem como brincar com seus brinquedos. Tornar-se um pouco criança nas atividades com eles é muito importante. 

3- Tire tempo para eles: o trabalho e as obrigações fazem com que o tempo com os filhos seja escasso, mas reservar certos momentos, ainda que pequenos, somente para eles, é fundamental. 

4- Ler: se a criança já pode ler de forma autônoma, agora você poderá desfrutar do seu pequeno lendo para você em voz alta. São momentos inesquecíveis.

5- Contato físico: os abraços, beijos e carícias são costumes que não devemos perder à medida que a criança cresça. 

6- Cantar e dançar: é uma atividade que podemos realizar em casa e que estimula o contato e o apego. Diverte as crianças pequenas e maiores e gera um clima de felicidade.

7- Comer e cozinhar: comer em família educa e une. Se, além disso, a gente preparar alguma comida junto com eles, isso vai enriquecer ainda mais esse momento e a criança também entenderá o valor de colaborar em casa.

8- Viajar: não faz falta viajar de avião em família, uma pequena excursão em família é um momento único que nos conecta com os filhos. 

9- Aprender: a gente também aprende com as crianças. Elas podem nos ensinar uma multidão de coisas e quando souberem o que estão fazendo se sentirão orgulhosas e vão querer repetir o feito. 

10- Ensinar: seja andar de bicicleta ou fazer os deveres. Qualquer ensino que transmitimos aos nossos filhos será um legado muito valioso para eles e reforçará o vínculo e a conexão entre pais e filhos. 

Alba Caraballo
Editora de GuiaInfantil.com

O que fazer para que as crianças organizem as suas coisas

O que fazer para que as crianças organizem as suas coisas

Ser organizado pode começar como um hábito desde a infância, e com o tempo, converter-se em uma virtude muito útil na vida profissional, inclusive na estabilidade emocional. Saiba como ensinar o seu filho a arrumar suas coisas.

Como respeitar a individualidade das crianças

Como respeitar a individualidade das crianças

Reconhecer e respeitar a individualidade nos nossos filhos é uma das principais tarefas na educação, em valorizar as preferências das crianças, acreditarem nas suas potencialidades e confiar na sua capacidade para que vão melhorando as suas habilidades

Como é ter mais de três filhos

Como é ter mais de três filhos

Com certeza se você tem mais de um filho, já deve ter ouvido mais de uma vez: ‘Nossa, se eu com um só filho quase não consigo dar conta, como você poderá com dois/três...! Como é possível que tenham pessoas com quatro, cinco ou mais filhos e continuam sobrevivendo?

A primeira vez que a criança dorme fora de casa

A primeira vez que a criança dorme fora de casa

Acredito que, na maioria dos casos, quem passa pior quando os filhos dormem fora de casa são os pais. Para os pequenos tudo é novidade. Eles não se cansam de dizer como é gostoso dormir na casa de amigos. Como você se sente quando o seu pequeno dorme fora?

0 comentarios