Os pais gordinhos são melhores pais

Vilma Medina

Vilma Medina

Diga-me quanto pesa o seu pai... E eu te direi tal como ele é. É o que vem a dizer o antropólogo Richard Briescas, professor e adjunto a decano na Universidade de Yale (Connecticut, EUA). Sua teoria tem causado risadas e também assombro, mas ele leva muito a sério, e explica como chegou a essa conclusão. De fato, ele mantém essa história com bases bastante respeitáveis. 

Por que os pais com mais peso são os melhores pais

os-pais-gordinhos-são-melhores-pais A 

O antropólogo Richard Bribiescas tem escrito um livro onde mostra esses dados. O livro se chama ‘How men age’ (‘Como os homens envelhecem’). 

Segundo diz, os homens tendem a se deteriorar com os anos deixando de cuidar do seu aspecto físico. Desde o momento em que se convertem em pais, engordam com mais facilidade, já que delegam suas prioridades na criação dos filhos contra a grande quantidade de horas que antes dedicavam em cuidar da sua imagem e do seu corpo. Os pais, diz, apostam por um estado físico menos dado a restrições, ao que já começaram a chamar de ‘fofinhos’. 

Longe de ser um erro, o antropólogo defende esse fato como algo que aporta aos pais mais atrativos e inclusive uma maior esperança de vida. 

Teorias paranóicas sem fundamento? Richard Bribiescas defende sua hipótese com base em vários experimentos. Graças a eles descobriu que ao engordar, os homens reduzem seus níveis de testosterona, o que os tornam mais propensos a se voltarem à criação dos filhos. Como se isso fosse pouco, ao engordar (somente uns quilos, não fala em nenhum caso de obesidade), o seu metabolismo funciona mais lento, o que ajuda a desacelerar o envelhecimento, a fortalecer o sistema imunológico e aumentar a esperança de vida. O professor em antropologia conseguiu demonstrar que uns ‘quilinhos a mais’ protege os homens dos infartos de coração e o câncer de próstata... 

Polêmicas, desde já, as teorias desse homem, já que um bom pai não se mede em nenhum caso pelo tempo que se dedicam aos filhos, mas pela qualidade com que lhes dedicam. Ou não? 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com

Quem consente mais, papai ou mamãe?

Quem consente mais, papai ou mamãe?

Em toda família tem o pai ‘bom’ e o pai ‘ruim’. O pai bom dá carinho, segurança, compreensão, liberdade e criatividade. O pai ‘ruim’ impõe limites, ordem, disciplina. Em alguns lares, tanto a mãe como o pai tenta ser o mais exigente ou mais permissivo. Mas, não nos enganemos. Na maioria das casas existe sim um pai bonzinho. E, é claro, um pai ruinzinho. Quem dos dois é bom ou ruim? Papai ou mamãe?

10 coisas que você nunca deve fazer a um bebê

10 coisas que você nunca deve fazer a um bebê

Antes de se basear no que te dizem as avós sobre a criação das crianças é importante que você conheça os novos conselhos que dão os psicólogos e pediatras. Talvez por desconhecimento, cansaço ou falsas crenças, os pais cometem alguns erros na hora de criar seu bebê. Para que você possa evitá-los a gente te conta quais coisas você nunca deve fazer a um bebê e assim evitar que ele sofra ou colocá-lo em perigo desnecessariamente.

10 características comuns de pais de filhos de sucesso

10 características comuns de pais de filhos de sucesso

Segundo os especialistas, as crianças que se destacam das outras, que podem fazer bem tudo aquilo que se propuseram têm pais que estão direcionados por um mesmo padrão. A gente te conta que coisas você pode fazer para colaborar no sucesso dos seus filhos.

Por que custa mais dinheiro criar uma menina do que um menino

Por que custa mais dinheiro criar uma menina do que um menino

Se você tem uma filha preste atenção ao resultado dessa pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educadores Abefin: os pais gastam 30% mais dinheiro com as meninas do que com os meninos.

O que é o método de criação de escuta ativa para crianças

O que é o método de criação de escuta ativa para crianças

Muitos pais se agacham cada vez que têm que dizer algo ao seu filho. O objetivo é se colocar à sua altura. Eles os escutam, olham nos olhos e falam de cócoras. Também o faz, por exemplo, o Príncipe Guillermo da Inglaterra, a quem vemos se agachar constantemente para falar com o seu filho George.

0 comentarios