O que é o método de criação de escuta ativa para crianças

A escuta ativa como método para entender as birras infantis

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitos pais se agacham cada vez que têm que dizer algo ao seu filho. O objetivo é se colocar à sua altura. Eles os escutam, olham nos olhos e falam de cócoras. Também o faz, por exemplo, o Príncipe Guillermo da Inglaterra, a quem vemos se agachar constantemente para falar com o seu filho George

Isso, que num primeiro momento pode parecer uma anedota é na realidade um método de criação que se chama ‘escuta ativa’. A gente te conta do que consiste. 

Como aplicar o método de criação de escuta ativa com as crianças

o-que-é-o-método-de-criação-de-escuta-ativa A 

O príncipe Guillermo não duvida em se agachar cada vez que tem que falar com o seu filho. É fundamental no método de escuta ativa. Mas, o que é exatamente e quais benefícios têm para as crianças? 

O método de criação de escuta ativa, ainda que nos pareça uma novidade, já tem mais de 50 anos sendo aplicado. Foi criado em 1957 por dois psicólogos americanos: Carl Rogers e Richard E. Farson. Parte da idéia de que as crianças não entendem (até aproximadamente os 12 anos) o mundo dos adultos. Por isso, são os adultos os que devem se colocar no seu nível e tentar entender o seu. 

Para utilizar esse método, é fundamental que os pais se coloquem à altura dos seus filhos pequenos cada vez que lhes perguntem algo e tenham que responder, e que estabeleçam contato visual com o pequeno uma vez que esteja à sua altura. 

Mediante esse método, os pais aprendem a escutar ao seu filho e entendem muito melhor o que sentem e por que às vezes choram e brigam diante algumas situações. 

No entanto, há que ter cuidado e não confundir esse método com liberdade absoluta para a criança. Os pais são assertivos, mas não deve esquecer-se de estabelecer normas e limites

7 vantagens de utilizar o método de criação de escuta ativa com os filhos 

Este método serve para entender melhor as crianças e a empatizar com elas. Têm todas essas vantagens: 

1. Fortalece o vínculo com o seu filho

2. Consegue compreender as birras infantis

3. Outorga aos pais autoridade e respeito sem infundir medo.

4. As crianças atendem melhor e sentem mais confiança. 

5. Reforça a autoestima da criança.

6. Desenvolve a empatia desde pequeno. 

7. Os pais aprendem a entender melhor o que os filhos sentem e a modificar uma conduta inapropriada. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com