10 conselhos para que as crianças respeitem aos seus pais

Como ensinar as crianças o valor que tem o respeito

Vilma Medina

Vilma Medina

Aprender o valor do respeito consigo mesmo e com os demais é um dos aprendizados de interação social mais importante que qualquer menino ou menina deve aprender desde a sua mais tenra idade. O respeito é a base para uma correta convivência e não há dúvidas que é na família onde se constroem a sua base

Na atualidade parece que as crianças têm grandes dificuldades para respeitar as figuras de autoridade, sejam dos seus pais, seus mestres ou professores. A origem dessa perda de respeito é complexa, mas tem muito a ver com a forma de educar as crianças e ao papel que lhes estamos outorgando na sociedade atual. A família se tornou muito mais permissiva, centrada na criança e no seu bem estar.

Por que parece que o valor do respeito se perdeu nas crianças

10-conselhos-para-que-crianças-respeitem-pais A

Hoje em dia temos colocado a criança no centro de todas as atenções e, equivocadamente, muitos pais buscam unicamente satisfazer aos seus filhos evitando-lhes qualquer conflito, problema ou frustração. Parece que já não somos capazes de contradizer-lhes, enfrentá-los ou negar-lhes qualquer coisa que nos pedem, criando deste modo crianças mais egoístas, com altas demandas, impulsivas e inclusive agressivas

As crianças não respeitam aos seus pais porque não estão aprendendo a fazê-lo, já que vivem acreditando ser o centro do universo. Por isso é necessário parar, refletir e ensinar-lhes como fazê-lo. Esta reflexão prévia é necessária para ver em que estamos nos equivocando e como aplicar os seguintes conselhos para que as crianças aprendam a respeitar aos seus pais.

10 conselhos para que as crianças aprendam a respeitar aos seus pais 

Se os pais querem que seus filhos os respeitem, eles devem ser os primeiros a dar o exemplo. Devemos ser respeitosos com nossos filhos, mas não somente com eles. As crianças aprendem fundamentalmente pela imitação, por isso elas deverão observar como a gente interage com respeito com aquelas pessoas que encontramos diariamente: amigos, conhecidos, vizinhos, professores, chefes, empregados... Mas também devemos explicar o que significa o respeito e por que é tão importante. Para isso, devemos: 

1. Oferecer o melhor exemplo de respeito entre nós, os pais. Quando os filhos vivem em um ambiente de respeito e tranquilo é mais provável que eles também sejam assim. Os lares onde impera a falta de respeito entre os progenitores constantemente geram um clima propício para que germine a semente da intolerância e da agressividade nos nossos filhos.

2. Escutar sem interromper suas opiniões. Os seus problemas e conflitos são tão importantes quanto os nossos. Aprendamos a escutar-lhes.

3. Ser sinceros nas nossas mensagens. Não mentir a eles, nem defraudá-los ou enganá-los. Não existe nada mais forte para minar o respeito e a confiança numa pessoa do que mentiras e enganos contínuos. 

4. Ser amáveis com eles, ensinando-lhes o valor das palavras: por favor, obrigado, sinto muito. Pedir perdão no caso em que nos equivoquemos e agradecer-lhes o seu esforço em ajudar-nos. 

5. Evitar dar-lhes tudo quando pedem no momento em que pedem. Deste modo conseguiremos evitar nos converter em ‘pais caixas-automáticos’ ou meros cumpridores de desejos. E, ainda que todos queiram filhos felizes, os pais devem cumprir o papel que nos é devido e saber dizer ‘não’ nos momentos em que são necessários, sem medo nem temor às suas reações diante das frustrações. 

6. Falar-lhe sem gritar. Os gritos não nos dão mais autoridade nem credibilidade nem infundem respeito. Os gritos e as más formas incentivam o medo e afastam os nossos filhos da gente. Os gritos são o alimento perfeito para a desobediência e a desconsideração. 

7. Corrigir-lhes de um modo positivo quando nos contradizem. Quando uma criança nos responde ou contradiz é bom mostra a eles que o seu modo de nos contestar não é correto. Devemos ensinar que existem outros modos de dizer a mesma coisa sem ser agressivo, reclamar demais ou ser mandão. No início a gente dará exemplos que sejam necessários. 

8. Estabelecer normas ou regras de convivência claras. As normas ou as regras da casa ajudam aos membros da família a manter uma boa convivência. O respeito mútuo nos ajuda e facilita a harmonia familiar, como, por exemplo, não interromper quando mamãe ou papai estiverem ao telefone ou pedir as coisas com um respeitoso ‘por favor’. 

9. Ser coerentes e consistentes nas nossas atitudes para que nossos filhos saibam que aquilo que está mal não acontece somente porque tivemos um dia ruim, mas porque algo não está correto sob qualquer circunstância. Se uma das normas é ‘não se pode pular no sofá’ não deixaremos que a criança o faça na casa dos avós, em um hotel ou porque temos visita e não queremos forjar uma cena. 

10. Impor limites ao tom de voz. Sob nenhuma circunstância devemos permitir que nossos filhos nos insultem ainda que acreditemos que sejam muito pequenos para entender o que estamos dizendo. Diante de qualquer insulto ou falta de respeito a gente deve ser firme e claro, explicando-lhes que esse tipo de comportamento não é admitido na nossa família. 

Finalmente, trata-se de ganhar o respeito sem ter que impor nada. Ter autoridade sem cair no autoritarismo e educar as crianças com valores tão importantes como a tolerância, o respeito ou a amabilidade. 

Sara Tarrés Corominas

Psicóloga infantil 

Orientadora infantil

Educar a criança com valores. O respeito à Diversidade

Educar a criança com valores. O respeito à Diversidade

Respeito às diferenças ou diversidade. Educar com valores. As crianças devem aprender a respeitar as diferenças desde pequeninas. O exemplo dos pais é fundamental no ensino de valores à criança. Ela deve ser educada e protegida contra todas as práticas que possam incentivar a discriminação.

Educar a criança com valores. A Tolerância

Educar a criança com valores. A Tolerância

Ser tolerante é aceitar e admitir a diferença ou a diversidade, é respeitar a opinião dos outros. A criança não nasce tolerante. Sua conduta natural é que tudo seja para si, e que todos estejam de acordo com ela, por isso o aprendizado deve ser o mais cedo possível.

As crianças e o respeito às diferenças

As crianças e o respeito às diferenças

Respeitar a si mesmo e aos demais é um dos valores que considero mais importante na educação das crianças. Quando vejo crianças brancas, negras, chinesas, latinas, compartilhando brinquedos num parque infantil, eu consigo ver uma luz de esperança até a igualdade.

Que exemplo você dá aos seus filhos?

Que exemplo você dá aos seus filhos?

Muitas vezes a gente não se dá conta, mas a maior parte do dia a gente é espiado. Uns pequenos e curiosos olhinhos infantis vêem, escutam e anotam tudo o que dizemos e fazemos, seja bom ou ruim. A maneira mais eficaz de educação é através do exemplo.

7 valores básicos que devemos ensinar aos nossos filhos

7 valores básicos que devemos ensinar aos nossos filhos

Cada pessoa tem sua escala de valores. A mim me educaram, entre muitas coisas, na empatia. A frase de minha mãe sempre era ‘não faça aquilo que não você não gostaria que fizessem contigo’. Cada pai ou mãe considera os valores fundamentais para educar os filhos.

Os quatro valores fundamentais na educação das crianças

Os quatro valores fundamentais na educação das crianças

Bondade. Sinceridade. Honra. Lealdade. São os quatro valores essenciais que nunca deveríamos descuidar na hora de educar nossos filhos. Pelo menos é o que pensa Leopoldo Abadía, economista, pensador, pai e avô (tem 12 filhos e 40 netos).

0 comentarios