Como ajudar as crianças a resolverem seus conflitos

Vilma Medina

Vilma Medina

A busca pela autonomia e independência pode começar através de progressos na comunicação. O autocuidado como se vestir, ou lavar as mãos e os dentes, a realização de pequenas tarefas tanto no meio escolar como em casa, assumindo alguma responsabilidade ou realizando tarefas, pode ajudar a criança a conseguir certa autonomia. Mas, essas habilidades devem ser ampliadas no âmbito das relações sociais: as crianças devem aprender a lidar com seus próprios conflitos.

Toda criança já vivenciou alguma circunstância, especialmente com os irmãos ou na escola, em que tentou se defender e terminou com sentimentos de impotência, angústia ou incompreensão e talvez não estivesse preparada para enfrentar essas brigas ou mal-entendidos. 

Como educar crianças autônomas

conflitos-criança-como-ajudar-menininha A 

As brigas entre crianças não são alheias à nossa realidade. Na relação entre iguais, não acontecem apenas brincadeiras e amizades, mas também desavenças e conflitos para os quais nossos filhos devem desenvolver habilidades oportunas. Existem crianças que são presas fáceis de outros companheiros que tornam a vida delas impossível, seja insultando-as, batendo ou humilhando-as. As crianças que têm temperamento dócil ou são tímidas, muitas vezes evitam os conflitos, sofrendo caladas. Os pais e professores falam constantemente que a criança deve tratar os outros com respeito, que não devem brigar ou discutir, mas devem ser obedientes. Mas, o que acontece quando o companheiro não cumpre essas regras sociais? 

Às vezes, é bastante difícil educar nossos filhos para que adquiram habilidades relacionadas com o próprio comportamento diante dos outros, para saber quando devem envolver os adultos e quando podem resolver os seus próprios conflitos. Não acredito que os pais devem dizer aos filhos: “se baterem em você, bata também”, já que os pais estarão tentando resolver uma má ação com uma resposta igual (eu, pessoalmente não acredito em ‘olho por olho e dente por dente’, mas sim combater as injustiças e os abusos). O equilíbrio talvez esteja em que a criança aprenda a discernir quando um assunto é suficientemente grave para envolver aos adultos ou quando deve resolvê-lo por seus próprios meios. 

O ensinamento dos pais em favor da convivência e da paz é extremamente necessário, mas não devem incentivar nos filhos um comportamento covarde, em que prefiram ignorar e se esquivar dos problemas com os outros, mas sim se defender. As crianças têm que adquirir a habilidade de responder com contundência aos ataques injustificados e ameaças, fazendo, se for necessário o uso dos que realmente tem autoridade nas situações. A criança deve aprender tanto a pedir justiça como a se defender por si mesma. 

Patro Gabaldón

Redatora de Guiainfantil.com

Conto Infantil. O elefante Bernardo

Conto Infantil. O elefante Bernardo

Os contos infantis devem ser usados também para ensinar valores às crianças. O conto 'O elefante Bernardo' ensina o valor do respeito aos outros e que todos precisamos uns dos outros em algum momento da vida.

Sintomas de uma criança superprotegida

Sintomas de uma criança superprotegida

O erro mais comum que encontramos hoje em dia na educação das crianças é, sem dúvida nenhuma, a superproteção. Fala-se muito disso, dos efeitos que têm sobre as crianças, mas em uma porcentagem muito alta, os pais não sabem em que consiste a superproteção.

Conselhos para educar uma criança como líder

Conselhos para educar uma criança como líder

Dizem que o amor incondicional atrapalha para que uma criança se torne líder, mas eu digo que a base fundamental é o amor incondicional dos pais, mas sem superproteção. A criança deve ser educada a escolher e tomar suas próprias decisões, sempre com a orientação dos pais.

As vantagens e desvantagens da diferença de idade entre irmãos

As vantagens e desvantagens da diferença de idade entre irmãos

A experiência do primeiro filho pode marcar o momento da chegada do segundo, ainda que, na busca de um segundo bebê, entram em jogo outras particularidades que devem ser avaliadas com cuidado, como a situação financeira, social, familiar, trabalho, e relacionamento do casal.

O comportamento agressivo nas crianças

O comportamento agressivo nas crianças

Uma das grandes dificuldades dos pais é saber como tratar a conduta agressiva dos seus filhos, já que, com frequência, eles têm que encarar a desobediência e a rebeldia dos filhos. A agressividade é um transtorno, e deve ser tratada desde a infância.

0 comentarios