As vantagens e desvantagens da diferença de idade entre irmãos

O que é melhor, ter filhos um após o outro ou esperar mais entre um e outro?

Vilma Medina

Vilma Medina

Hoje em dia podemos planejar quantos filhos queremos ter e inclusive qual vai ser a diferença de idade entre eles. Enquanto muitos casais preferem ter seus filhos seguidamente, para concentrar em poucos anos as tarefas da infância, e que ambos sejam companheiros de brincadeiras e jogos, outros casais preferem que a diferença de idade seja maior para desfrutar de cada filho separadamente e prolongar por mais tempo a presença de um bebê na família.

A diferença de idade entre os irmãos

irmãos-diferença-idade-pai-mãe A 

A experiência do primeiro filho pode marcar o momento da chegada do segundo, ainda que, na busca de um segundo bebê, entram em jogo outras particularidades que devem ser avaliadas com cuidado, como a situação financeira, social, familiar, trabalho, e relacionamento do casal. Além disso, a chegada de um segundo bebê também exige uma nova organização das rotinas e das tarefas cotidianas não somente para os pais, mas também para a criança que vê chegar um novo irmãozinho. 

A diferença de idade entre os irmãos afeta a organização e as relações familiares. De acordo com o que o casal decidir, eles devem levar em conta a diferença de idade entre os filhos, pois é fundamental preparar o filho mais velho e como vão organizar suas vidas em função da criança. 

Filhos um após o outro: com 1 ou 2 anos de diferença 

Vantagens. Seu filho se adaptará bem à chegada do novo irmãozinho. Poderá oferecer a ele explicações simples, já que os bebês percebem intuitivamente as situações, ainda que necessitem que o papai ou a mamãe lhe ensinem. Quando o filho menor completar um ano, já estará em condições de interagir nas brincadeiras e jogos e ambos serão companheiros inseparáveis graças à idade próxima. Existe menos possibilidade de que surjam ciúmes entre eles. Os pais poderão concentrar o trabalho de criar os filhos numa etapa determinada das suas vidas e otimizar os recursos.

Desvantagens. A dedicação aos filhos e o trabalho durante a primeira etapa da criança será mais intensa. Possivelmente, os dois estejam usando fraldas, mamando no peito e tomando mamadeiras e papinhas, além disso, ambos necessitam de carrinho para passear e você não tem mãos suficientes para dar conta de tudo. Multiplicar por dois ou por três as necessidades de uma criança pequena pode ser esgotante e o cansaço muito maior. No entanto, esse inconveniente, muitos casais enxergam como uma vantagem porque depois, quando as crianças adquirirem autonomia, os pais ganham também em independência. 

Distância média: com 3 ou 4 anos de diferença 

A diferença de idade de 3 anos ou um pouco mais é mais comum. Corresponde ao que decidem a maioria dos casais, quando vêem que seu filhinho não é mais um bebê. 

Vantagens. O filho maior pode ter um papel na criação do recém-chegado à família, e como a diferença de idade não é grande, ainda podem se sentir amigos e companheiros de brincadeiras, sobretudo durante a primeira infância. Os pais dispõem da possibilidade de desfrutar do seu segundo bebê com tempo e tranqüilidade, uma vez que o seu filho mais velho é cada vez mais autônomo e independente. 

Desvantagens. As perguntas e inquietações do seu filho em respeito ao bebê que está a caminho serão mais intensas, da mesma forma que as explicações e a atenção que você deverá dar a ele durante a gravidez. Assim que o bebê nascer, o papel dos pais é fundamental para que os ciúmes inevitáveis não atrapalhem a relação entre eles e possam superar com naturalidade. Convém convidar o filho mais velho a ajudar a cuidar do bebê, protegê-lo e acalmá-lo quando precisar. Se você conseguir que ele se envolva no cuidado desse novo integrante da família, quando crescer, serão grandes amigos

Tempo longo: com 5 anos ou mais de diferença 

Vantagens. Permite ao casal desfrutar do seu novo bebê como se fosse o primeiro, em uma perspectiva de maturidade e confiança que a experiência de já serem pais ajuda. Por outro lado, quando a diferença é de 5 anos ou mais, o seu primeiro filho desfrutará durante mais tempo da vida de filho único e estará em condições de compreender melhor a sua chegada. O filho mais velho, como vários anos de diferença, acaba se tornando, com frequência, em protetor do irmãozinho menor e servirá de guia e apoio. 

Desvantagens. O casal tem que voltar a renunciar à liberdade e independência que, até agora, o seu filho mais velho concedia. Em respeito ao seu filho, quando a diferença de idade é grande, diante da chegada do recém-nascido, é bom os pais estarem atentos a uma possível crise de identidade. Procure não mudar o filho mais velho de quarto, e, se possível, evite que o bebê compartilhe o mesmo quarto do irmão. Devido à diferença de idade, eles apenas compartilharão brinquedos. O maior corre o risco de sofrer de uma crise de identidade e o pequeno de ser o mimado da família.

Marisol Nuevo

Como conciliar filhos e casamento

Como conciliar filhos e casamento

O que acontece hoje nas famílias? Muitas estão se separando e outras, simplesmente se aguentam e sobrevivem. E nós nos perguntamos o porque isso está ocorrendo. Quais são as causas? Alguns casais atribuem à perda da convivência, outros às muitas horas de trabalho, ao distanciamento, e outras ainda, à responsabilidade e compromissos com os filhos.

Como os pais podem conciliar o trabalho e a família

Como os pais podem conciliar o trabalho e a família

Conciliar trabalho e família. Hoje em dia, ter e manter uma família com saúde é uma tarefa que exige compromisso e muita responsabilidade. O compromisso começa nos pais, na sua forma de dividir as tarefas de casa, as obrigações com os filhos, etc.

Segunda gravidez: as vantagens de ser uma mãe experiente

Segunda gravidez: as vantagens de ser uma mãe experiente

A experiência é uma vantagem, e saber o que lhe espera faz que viva de maneira diferente no aspecto físico, emocional e psicológico. Conhecer o processo e o desenvolvimento da gravidez permite planejá-lo, experimentá-lo com maior tranquilidade e desfrutá-lo mais.

Segunda gravidez. Quando é o melhor momento?

Segunda gravidez. Quando é o melhor momento?

Na maioria dos casos, o segundo bebê chega por volta dos 35 anos, momento em que a taxa de infertilidade faz com que as possibilidades de ter uma nova gravidez diminuam notavelmente e se situem em 8%.

Crianças, hoje vale tudo!

Crianças, hoje vale tudo!

O dia do tudo pode. Para muitos pais chega a doer a boca de tanto dizer “não” aos filhos, e ainda que reconheça que é necessário dizer esse fatídico monossílabo, também temos que levar em conta que nossos filhos necessitam escutar algum “sim” ou “está bem”.

0 comentarios