Ciúmes entre irmãos. Crianças ciumentas

Sentir ciúmes é uma reação natural do filho maior em relação ao menor

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os ciúmes são um estado afetivo, que em crianças, caracteriza-se pelo medo de perder ou ver o carinho dos seus pais diminuírem, principalmente da mãe, devido ao nascimento de um novo irmão ao qual vão ter que dedicar muito tempo durante os primeiros meses de sua vida. Alguns especialistas dizem que os sentimentos de ciúmes acontecem de uma forma natural ao nascer um irmão, e faz parte de uma etapa necessária ao desenvolvimento evolutivo que ajuda as crianças a amadurecerem.

Como evitar os ciúmes entre irmãos

ciúmes-irmãos-novo-bebê A

Os ciúmes são uma reação natural. Os ciúmes afloram nas crianças, independentemente da idade. Os pais devem preparar as crianças para a chegada do bebê, incentivando, sobretudo a sua autoestima e fazendo-o participar de tudo o que é relacionado com a chegada do novo membro da família. Em definitivo, os pais devem agir com carinho, mas com firmeza e sem perder de vista seus critérios educativos. Se, durante essa etapa de ciúmes, os pais continuam a dedicar o mesmo tempo ao seu filho maior, e oferecendo a ele o mesmo carinho e afeto que demonstravam antes do bebê nascer, esses sentimentos acabam desaparecendo. 

Dicas para prevenir os ciúmes entre irmãos

É muito difícil deixar de ser o sol para ser uma estrela a mais no universo da casa familiar, mas existem algumas normas que devemos levar em conta para minimizar os efeitos nos filhos maiores com a chegada de um novo membro na família: 

- Conscientize. É recomendável que uns meses antes do nascimento do bebê a gente prepare o irmão mais velho para o nascimento. Tão pouco se recomenda que se faça muito cedo, para que não tenha que durar muito. Até o segundo trimestre de gravidez, é bom compartilhar com o filho maior das mudanças que vão acontecendo, mas convém fazê-lo com uma linguagem que entendam e sem saturá-lo com muita informação. Devem entender a parte positiva de ter um novo irmão ou irmã. 

- Antecipe as mudanças. Se os pais prevêem mudanças de quartos, é melhor fazê-las antes do nascimento. Assim, evitaremos que nosso filho pense que a chegada do bebê vai tirá-lo do seu quarto e não se sentirá bem. 

- Mantenha a sua rotina. Quando o parto se aproxima, não devemos mudar as rotinas diárias da criança (hora de comer, banho e dormir), ainda que se deva ir à casa dos avós ou de outros familiares. Sempre que for possível, é preferível que passe esse momento em sua casa, rodeado dos seus brinquedos e de tudo aquilo que lhe dá segurança. 

- Evite outras mudanças na mesma época. Não é recomendável juntar a crise da chegada de um irmão com outras mudanças importantes, como o início na escola infantil ou uma mudança de domicílio. 

- Esforce-se em prestar atenção a ele. Tente passar tempo de qualidade com seu outro filho ou filhos. Explique a eles que quando um bebê nasce, no início, a rotina da vida diária muda um pouco, fica mais agitada, mas logo tudo voltará ao normal.