Irmãos en Guiainfantil.com Brasil

Irmãos

Brigas entre irmãos. São normais?

Briga entre irmãos é uma coisa normal e até saudável, mas os pais devem interferir e se questionar quando elas se tornarem muito frequentes e gerarem sentimentos muito intensos. As contendas devem ser resolvidas na infância.

As vantagens de ter irmãos

A chegada de um irmão não deve significar que tudo serão ciúmes, inveja ou rivalidade. Muito pelo contrário. São muitas as vantagens de ter irmãos. Ter um irmão significa ter um amigo com quem brincar, um confidente, um cúmplice, alguém com quem aprender a compartilhar.

Como potencializar o vínculo entre irmãos

A relação entre irmãos é sem dúvida muito importante para a família, já que é uma relação que durará a vida toda. Como pais, é muito importante que se potencialize o vínculo entre irmãos, mas o que você pode fazer para se assegurar que o vínculo entre irmãos seja positivo?

O filho favorito

Este é um tema que é muito polêmico, porque nenhum pai admitirá (pelo menos diante dos seus filhos) que tem um filho favorito. Ou, pelo menos, não deveriam fazê-lo. Dizem que os filhos favoritos não existem, mas em algumas ocasiões existem sim.

Como é o filho mais velho

Os irmãos mais velhos são para os irmãos menores como algo doce e azedo ao mesmo tempo em que não podem alcançar de forma suficiente. Os irmãos maiores são o sinônimo de exemplo e responsabilidade.

5 conselhos para evitar as brigas entre irmãos

Uma das coisas que a gente aprende desde muito pequenos é que ‘ou você luta pelas coisas ou nunca conseguirá nada’. As avós resumiriam tudo isso em um refrão popular: ‘quem não chora, não mama’. Por isso, as brigas entre irmãos são algo natural.

Como é o filho do meio

Nas famílias com três filhos terão o filho maior, o filho menor, e é claro, o filho do meio. Cada um terá suas próprias características e cada um terá suas peculiaridades. Os irmãos do meio estão sempre buscando o seu lugar, porque não é fácil competir com o maior ou mais responsável ou com o irmão menor, que é paparicado por todos.

Nomes de cidades, países e continentes para meninas

Pode ser que você já tenha em mente bem claro o nome do bebê que irá colocar no seu filho para continuar uma tradição familiar. Mas, também pode ser que ainda não tenha decidido porque está buscando um nome mais original e com personalidade para a sua filhinha.

Relação entre irmãos: ter um irmão mais velho

Quando eu comecei ir à escola, eu tinha seis irmãos em cursos superiores. Ainda que esteja claro que hoje em dia isso não seja nada comum, esta situação tinha muito mais vantagens do que desvantagens no âmbito escolar. O que eu nunca irei me esquecer é que ninguém, mas ninguém mesmo, se atrevia a se meter comigo.

É mais fácil o segundo filho do que o primeiro?

O segundo filho deveria ser muito mais fácil que o segundo, já que a experiência é um grau a mais, mas, sobretudo, deixar para trás o título de ‘sou mãe de primeira viagem’ é um alívio.

Os irmãos superprotetores

Nas famílias existem pais superprotetores que não fazem nenhum favor aos filhos, já que os tornam pessoas inseguras e dependentes, mas também podemos encontrar irmãos superprotetores que podem fazer com que aconteça exatamente o mesmo.

China elimina a política do filho único

Você já imaginou se te proibissem de ter mais de um filho? Filho único, imperativo legal. Pois isto é o que acontecia aos chineses desde os anos 70. A Lei do filho único impedia de ter mais de um descendente, com o objetivo, dizem, de controlar a imensa população que crescia de forma alarmante.

Vantagens e desvantagens em ter um irmão protetor

Muitas vezes se fala de pais protetores que podem prejudicar a autoestima dos filhos quando exagera na proteção, mas se os pais não forem superprotetores, pode ser que um irmão o seja. Um irmão sente a necessidade de proteger o seu irmão normalmente quando é menor ou quando acredita que alguém pode fazer mal a ele.

O erro em ter um filho favorito

Alguma vez você já se sentiu filho favorito? Ou pelo contrário, o favorito era um dos seus irmãos? Porque, por mais que se tente negar sempre haverá um filho que a mãe ou o pai sinta mais afinidade. O importante não é ter ou não ter um filho favorito. O importante é que não se note. Porque, se isso for percebido você está cometendo um grande erro. Essas podem ser as consequências.