Como aplicar os castigos nas crianças

O castigo deve ser empregado para melhorar o comportamento da criança

Vilma Medina

Vilma Medina

Os castigos dos pais, mediante a violência física ou verbal são para a criança um modelo de conduta agressiva. Se a criança vive rodeada deste modelo, estará adquirindo o hábito de responder agressivamente às situações de conflito. 

Quando os pais castigam mediante violência física ou verbal, para as crianças, se convertem em modelos de condutas agressivas. Quando a criança vive rodeada de modelos agressivos, também vai adquirindo comportamentos agressivos.

Como aplicar os castigos nas crianças?

como-aplicar-os-castigos-nas-crianças A

O castigo deve ser utilizado de uma maneira racional para melhorar o comportamento da criança e não deve depender do nosso estado de ânimo. Os pais devem se controlar para poder controlar a criança. Evitar aplicar um castigo com gritos ou discussões, porque isto indica que nosso comportamento é negativo e vingativo, o que reforçará uma conduta não aceitável. Se ensinarmos as crianças que, para resolver uma situação de conflito é necessário gritar, a gente não vai resolver nenhum problema.

Ensine com o exemplo para corrigir o comportamento das crianças

Por que temos que gritar com as crianças para dizer que elas não devem gritar? Assim, a gente não vai solucionar nada. Estaremos caminhando em círculos, sem avançar. Para aplicar um castigo, os pais devem escutar a criança e tentar ser justos. Antes de aplicar o castigo, a criança deve ser advertida e avisada de uma forma firme e definitiva.

O tipo de castigo e o modo como se castiga a criança não deve ser desproporcional em relação à ação cometida ou a idade, para evitar provocar fortes respostas emocionais na criança castigada. Conciliar o castigo com um reforço das boas condutas permitirá que a crianças ‘pense’ no seu comportamento para um futuro e no que fez de ruim para estar sendo castigada.

Quando uma criança é um pouco maior, os pais devem ajudá-la a desenvolver suas habilidades de autocontrole, utilizando o castigo dentro de um contexto de mudança de comportamento. 

Além disso, alguns psicólogos são partidários em aplicar consequências educativas às crianças, ou seja, ao invés de utilizar o castigo tradicional e privativo, os pais devem utilizar métodos para que entendam que os seus atos têm consequências. Por exemplo, não chamá-las oito vezes para que venham comer. Se na segunda ou terceira vez não nos atendem, entenderemos que não querem jantar e guardaremos a comida até o dia seguinte e lhe daremos um iogurte ou um copo de leite.

A criança tímida. Timidez infantil

A criança tímida. Timidez infantil

A timidez se caracteriza pela dificuldade nas relações interpessoais e uma tendência acentuada de fuga do contato social com outras pessoas. As crianças sofrem quando não conseguem se relacionar e não conseguem externar para os pais o que está sentindo.

Os pais devem defender as crianças de outras crianças?

Os pais devem defender as crianças de outras crianças?

Este tema sobre defender ou não as crianças de outras crianças não está isento de controvérsias, mas no meu ponto de vista é muito fácil entender, e com este artigo pretendo que você também entenda. Diante de qualquer agressão entre crianças os adultos devem intervir.

6 motivos pelos quais os professores repreendem aos alunos

6 motivos pelos quais os professores repreendem aos alunos

Qual criança nunca foi repreendida pelo professor na sala de aula? Até mesmo os mais estudiosos, tranquilos e responsáveis, em um determinado momento foram repreendidos pelo professor, seja por falar muito, por não participar ou porque a sua mente está em outra galáxia.

Como educar crianças mentirosas

Como educar crianças mentirosas

Crianças e mentiras podem ir de mãos dadas em determinadas etapas do seu desenvolvimento. É normal que tanto meninos como meninas falem mentiras. No entanto, também é certo que ninguém gosta de ver seus filhos mentindo.

Frases negativas que desmotivam as crianças

Frases negativas que desmotivam as crianças

Para conseguir que as crianças sejam organizadas, estudiosas, alegres, sinceras, responsáveis, e que sejam constantes sempre que for possível parece difícil, mas não é tanto. Podem-se motivar as crianças desde a idade mais tenra, que aprendam e saibam o que queremos delas e para elas.

15 Conselhos de María Montessori para educar as crianças

15 Conselhos de María Montessori para educar as crianças

María Montessori, famosa pedagoga italiana nos deixou alguns ‘mandamentos’ para a educação das crianças, muito úteis para os pais e que deveríamos repassar de vez em quando para comprovar se estamos fazendo o correto.

0 comentarios