Vai ficar pensando no cantinho! Uma lição para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O cantinho do castigo é uma das ações mais usadas na educação dos filhos em casa. Você também o aplica na sua casa? 

Consiste em pedir que a criança vá passar uns minutos sozinhos num cantinho, como um canto da sala de aula, do quarto, da sala, ou que se sente em uma cadeirinha com a intenção que ‘pense’ se o que tenha feito foi bom ou ruim, e por que. Eu acho uma idéia genial e reconheço que a estou aplicando com meus filhos antes de falar com eles. Uma vez que eles tenham refletido por sua própria conta, estarão em melhores condições de reconhecer seus erros e fazê-los entender que o seu comportamento não deverá voltar a se repetir fica mais fácil. 

O cantinho de pensar para as crianças

vai-ficar-pensando-no-seu-cantinho A

Mas, realmente funciona? Uma criança pequena pode se arrepender do que tenha feito? Como diz o refrão, o homem é o único animal que tropeça duas vezes na mesma pedra, e, por este motivo, talvez não na primeira vez, nem na segunda, mas ao longo do tempo as crianças aprendam que certas atitudes e comportamentos que não estejam bem e que não podem voltar a repeti-los. 

Os educadores consideram que isso funciona, porque as crianças assimilam a mensagem de que têm que cumprir normas para promover uma boa convivência social e que devem obedecê-las. No entanto, tudo depende do caráter da criança e da paciência dos adultos.

O certo é que com algumas crianças teimosas, que se empenham em ter sempre razão e colocar todo assunto em discussão, é mais difícil. O importante é aplicá-lo com firmeza e serenidade ao mesmo tempo, sem gritar e sem se exaltar para que o pequeno possa analisar a situação desde uma perspectiva serena, pois nesse momento, com o desgosto do castigo já é o bastante.

Além disso, tenha a paciência de não levá-lo a outro lugar onde possa ter medo, não haja luz ou possa ficar sozinho com a porta fechada. Assim não conseguirá pensar, e sim entrar num estado de pânico, que seguramente o paralisará e não conseguiremos o objetivo desejado. Em crianças pequenas de três ou quatro anos, basta que estejam no cantinho por três ou quatro minutos, não mais. 

Em geral, a recomendação é um minuto por ano de vida. Uma vez passado o tempo, fale sempre com o seu filho com carinho e firmeza e diga que o ama. Faça-o saber que você confia que ele tenha aprendido a lição e que, com certeza, fará o possível para melhorar da próxima vez. Reforçar a sua autoestima e aprender com os próprios erros é o que mais beneficia em passar um tempinho no cantinho de pensar. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com