Como ensinar as crianças a esperarem a sua vez

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quantas vezes você já foi interrompido pelo seu filho quando falava com alguém? Você percebeu que toda vez que você está ao telefone ou conversando com um amigo, ele busca um pretexto para falar contigo?  As crianças, sobretudo em idades muito pequenas tendem a pensar que são o centro do mundo. É sua etapa egocêntrica. Não pensam que agem mal se eles se metem em uma conversa alheia ou interrompem algo. 

As crianças também devem ser educadas na paciência, cada uma à sua maneira e dependendo da situação e da capacidade de esperar e não interromper se não for necessário. Tudo se aprende. A gente te ensina como. 

A criança que interrompe constantemente querendo atenção

como-ensinar-as-crianças-esperarem-sua-vez A

Tenho uma vizinha com a qual é impossível conversar mais de cinco minutos. Cada vez que tentamos, o seu filho puxa a sua manga, a interrompe, pula do lado dela querendo atenção e vai aumentando o tom da voz até que consegue a atenção da mãe. Na realidade, esse comportamento da criança com coisas tão mínimas como quando ele quer mostrar um avião que está passando, pode formar uma criança tirana porque minha amiga não tenta solucionar essa situação. 

Todos nós, pais, passamos por situações similares. Nossos filhos interrompem a qualquer momento sem parar para pensar que não é o momento nem a sua vez, ou que não é suficientemente importante que não pode esperar. Ensinar nossos filhos a ser pacientes não é fácil, mas sim fundamental para a sua educação, tanto para a sua vida diária como para a escolar. Mas, como a gente pode agir?

- Brincar de ‘estátua’ é uma ótima brincadeira para que a criança aprenda a ter paciência e a esperar.  

- A prática dos esportes em equipe é muito benéfica e ajuda a todos a se sentirem parte de um grupo, com uma função específica que terá que colocar em prática em algum momento determinado da vida. 

- Não há melhor educação do que o exemplo. Se os pais interrompem outras pessoas quando estão falando para contar alguma história ou não deixam que seus filhos terminem os seus relatos, será muito difícil para os pequenos compreenderem que eles também têm que ser pacientes. 

- Quando o seu filho lhe pedir algo, espere alguns minutos para dar a ele. Esse pequeno intervalo de tempo lhe fará ganhar paciência. 

- Não pare de fazer nada do que estiver fazendo (a não ser realmente em caso de urgência) para atendê-lo, sobretudo se sua interrupção não estiver justificada e explique com carinho que ele tem que esperar e que assim que terminar o que você está fazendo você o atenderá. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com