Dar a luz escutando música

Vilma Medina

Vilma Medina

‘Quem canta, seus males espanta’ diz um conhecido ditado. A música, ainda que não seja cantada, também converte um momento de ansiedade e de estresse em algo mais tranquilo e relaxado. De fato, um Hospital de Madrid, Espanha, decidiu instalar equipamentos musicais por toda área de partos, possibilitando com que as gestantes dêem a luz escutando música.

Mas, por que é tão importante a música numa sala de partos?

A música ajuda a relaxar durante o parto

dar-a-luz-escutando-música A

Os médicos concordam que a música beneficia a produção de endorfinas e contribui com a serenidade da mulher. Deste modo, a dor diminui e colabora com que a mamãe se relaxe e mantenha um ritmo pausado no seu trabalho de expulsão do bebê. A música gera emoções positivas na mãe e a ajuda a recuperar a energia entre uma contração e outra, além do que também evita depressões pós-parto.

Já ouvi falar de mulheres que deram a luz cantando e seguindo o método conhecido como ‘canto carnático’ introduzido e transmitido à sociedade ocidental pelo ginecologista francês, Fréderick Leboyer, quem também, na década dos anos 50 introduziu, através do seu livro ‘Shantala, a massagem em bebês’. 

Esse tipo de canto consiste em vocalizações simples, acompanhadas por uma respiração abdominal lenta e profunda. Combinando a respiração com o canto, a mulher também pode alcançar um estado de relaxamento muito próximo ao estado de meditação. Enquanto as mães cantam, elas conseguem se concentrar em si mesmas e no momento em que estão vivendo. O canto as ajuda a sentir a intensidade do trabalho de parto, diminuindo a dor e propiciando um nascimento consciente e prazeroso.

Desta maneira, o bebê também se beneficia pelas emoções positivas da sua mãe, o som da sua voz e o seu canto. Os médicos dizem que se trata de humanizar o momento do parto. Neste hospital, a iniciativa de colocar música durante o parto permite que as mães levem em um CD, MP3 ou pendrive, a música que vão querer escutar quando chegar o momento de dar a luz ao seu bebê. Se você estiver grávida, será que você gostaria de escutar uma música ou cantar durante o parto? E que tipo de música seria? 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com

Compras para a mãe e o bebê antes do parto

Compras para a mãe e o bebê antes do parto

Preparação da mãe para o parto. O dia em que a grávida tiver que ir para a maternidade para dar a luz ao seu bebê, seguramente será um dia que jamais se esquecerá. Seja pelas emoções, pelo nervosismo, ou por algum contratempo, será um dia especial, e por isso deve se preparar para ele.

O parto. Contrações, dilatação e expulsão

O parto. Contrações, dilatação e expulsão

As fases do parto. O parto tem 3 fases distintas: contrações, dilatação e expulsão do bebê. Ser mamãe é um trabalho que se aprende na prática, e a preparação para o parto é um trabalho de informação que ajudará a mãe estar mais tranquila e confiante quando chegar a hora.

Recomendações para visitar o recém-nascido e a mamãe

Recomendações para visitar o recém-nascido e a mamãe

Caso vá ao hospital para visitar a um recém-nascido e a feliz mamãe, deve levar em conta algumas recomendações para que sua visita não se torne incômoda. Não abrace, beije ou queira carregar o bebê no colo. É estressante para o bebê e para a mamãe.

A preparação da mãe para o parto

A preparação da mãe para o parto

Para aliviar as inquietações com a aproximação do parto, o melhor é buscar informação e se preparar para saber como reagir adequadamente diante do que vem por aí. Muitos ginecologistas indicam cursos de preparação para o parto, também chamados de educação maternal.

O primeiro dia do bebê em casa depois do parto

O primeiro dia do bebê em casa depois do parto

Depois do parto, o bebê e a mamãe passam alguns dias no hospital e logo recebem alta para voltarem para casa. É justamente nessa hora que muitos pais de 'primeira viagem' ficam em dúvida do que vão fazer a partir daquele momento.

0 comentarios