Ser mamãe também se aprende

O instinto maternal pode ser mais ou menos desenvolvido em algumas mulheres, mas não se preocupe, porque ser mãe também se aprende. Nenhuma mulher sabe muito bem o que lhe espera e como deve agir quanto tem o seu bebê recém-nascido nos seus braços. É lógico que podemos sentir insegurança ou que nos sintamos desorientadas no início diante das exigências da nossa nova situação. 

Como ser uma boa mãe

ser-mamãe-também-se-aprende A 

Por mais que a gente leia diversos livros sobre como é ser mãe e sobre os bebês, ou nos sintamos qualificadas e preparadas para a maternidade, todas nós tivemos que aprender com o exercício do nosso trabalho, da mesma forma quando enfrentamos a qualquer novo emprego. Para o cuidado do nosso filho, o dia a dia e a prática é nossa melhor escola, e, diferente de outros trabalhos, nunca deixaremos de aprender algo mais sobre os nossos pequenos. 

Por outro lado, não se trata de uma cômoda jornada de oito horas de segunda a sexta. Ser mãe, ainda que seja maravilhoso, pode ser esgotante e estressante e necessita de uma entrega total e uma reciclagem constante. Não devemos esperar que nosso primeiro filho seja um ‘mar de rosas’. 

Por isso, entender corretamente as necessidades do nosso primeiro filho não deve ser tarefa fácil para nenhuma mulher. Todas nós já fomos novatas e para tudo existe uma primeira vez... Dar-lhe o peito, ensinar a comer com uma colherinha, trocar fraldas, dar banho, nos comunicarmos para responder às suas ‘perguntas’, etc. Da mesma forma que os bebês, as mamães vão superando etapas (quase sempre com louvor), mas sempre fica algo a aprender, algo a ser aperfeiçoado ou algo para compartilhar. 

Ser mamãe se aprende durante toda a vida. Nunca devemos nos sentir ansiosas, impacientes, ou inúteis. Sabemos que devemos aprender com nossos erros e fracassos e que temos que olhar com otimismo o nosso trabalho. Estamos no caminho da maternidade e aprendemos cada vez que damos um passo com decisão. Como diz um poeta: ‘o caminho se faz ao caminhar’. 

Patro Gabaldón

Redatora de GuiaInfantil.com

  • Quando uma mulher está preparada para ser mãe
    Quando uma mulher está preparada para ser mãe

    Ser mãe. O desejo de ser mãe, chega a quase todas as mulheres, mas a decisão depende muito da realidade e dos valores de cada uma delas. O ter um filho é uma responsabilidade e um compromisso, uma decisão que deve ser meditada com tranquilidade, confiança e sinceridade.

    • O câncer de mama e a maternidade
      O câncer de mama e a maternidade

      A maternidade e o câncer de mama. Cada vez mais avançamos na idade de ser mãe e o nosso relógio biológico avança contra os nossos desejos. Enquanto as possibilidades de ficar grávida acima dos 35 anos diminuem, aumenta o risco de sofrer de câncer de mama. Mulheres podem engravidar após um câncer de mama.

    • Ser mãe. O que é?

      Ser mãe. O que implica ser mãe. Ser mãe é ter a valentia dos guerreiros e um instinto protetor como de uma verdadeira guardiã. É ter um amor incondicional por alguém que ainda não conhecemos bem, mas que já ocupa o lugar mais importante na nossa vida.

0 comentários