Riscos e soluções para as gravidezes precoces

Vilma Medina

Vilma Medina

A gravidez precoce é aquela que se dá em menores de 19 anos, e hoje em dia continua sendo um problema que afeta principalmente países em desenvolvimento, ainda que aumente de forma alarmante também nos países desenvolvidos. E é um grande problema, porque existe uma alta mortalidade relacionada com o parto. As complicações durante o mesmo são a segunda causa de morte entre meninas entre 15 e 19 anos em todo o mundo. 

Riscos e soluções para a gravidez precoce em adolescentes

riscos-e-soluções-para-as-gravidezes-precoces A 

Desde 1990 são realizadas políticas públicas e ações para tratar de reduzir a gravidez na adolescência. No entanto, não são ações fáceis de serem colocadas em prática, já que muitas gravidezes não se devem à escassa educação sexual que os menores recebem, mas a fatores sociais. Ou seja, as tradições e costumes levam às famílias a casar logo suas filhas que são pressionadas para terem filhos logo. 

Estas políticas têm ajudado a reduzir as taxas de natalidade entre adolescentes. No entanto, 11% de todos os nascimentos do mundo acontecem entre menores de idade. O número é alarmante. Trata-se de 17 milhões de meninas menores de 19 anos. Desses nascimentos, 98% acontecem em países com média ou baixa renda.  

A que se deve a gravidez precoce 

- Abusos, exploração sexual ou estupro

- Início precoce das relações sexuais.

- Influência dos meios de comunicação. 

- Níveis de pobreza.

- Baixo nível de escolarização e escassas metas profissionais.

Que riscos sofrem as adolescentes ao ficarem grávidas? 

São partos de alto risco e as complicações durante o mesmo faz com que o risco de falecimento das mães seja muito elevado. Além disso, os bebês de mães adolescentes têm 50% mais probabilidades de morte pré-natal. 

Que soluções são buscadas para evitar o problema da gravidez na adolescência? 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) juntamente com o fundo da População das Nações Unidas propõe que os países adotem medidas como:

- A educação na sociedade para reduzir o número de matrimônios antes dos 18 anos

- Aumentar o uso de contraceptivos para evitar o risco de gravidez involuntária. 

- Criar políticas públicas para proteger as meninas contra o abuso e as relações sexuais forçadas. 

- Incrementar o uso dos serviços de atenção pré-natal, no parto e pós-natal nas adolescentes. 

- Incentivar o apoio à população nessa idade com a finalidade de reduzir o número de gravidezes antes dos 19 anos. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Gravidez na adolescência. Riscos e consequências

Gravidez na adolescência. Riscos e consequências

A adolescência é interrompida quando a jovem engravida. Uma em cada cinco mulheres no mundo tem já tem um filho antes dos 18 anos e a cada ano nascem 16 milhões de crianças filhas de mamães adolescentes. Em países mais pobres o índice aumenta ainda mais.

Cuidados especiais para uma gravidez na adolescência

Cuidados especiais para uma gravidez na adolescência

A gravidez na adolescência conta com muitos riscos e cuidados especiais. O corpo de uma adolescente ainda não está maduro o suficiente para enfrentar uma gravidez precoce e psicologicamente a grávida adolescente deve ter acompanhamento.

Os riscos da gravidez na adolescência

Os riscos da gravidez na adolescência

Você parar em frente a uma vitrine de roupas diante da figura de uma criança grávida com a mochila nas costas e suas meias na metade da canela, impacta, e muito. Essa é uma campanha impactante em um Shopping na Venezuela para alertar aos pais.

Mudanças físicas na pré-adolescência

Mudanças físicas na pré-adolescência

Dizem que a adolescência é cada vez mais precoce e assim nos encontramos com todas as mudanças, dúvidas e inquietudes típicas dos adolescentes em meninos e meninas a partir dos 8 anos.

Socorro! O meu filho é um pré-adolescente

Socorro! O meu filho é um pré-adolescente

São muitos os pais que se queixam de que a pré-adolescência das crianças está mais adiantada. Agora, entre os 8 e 11 anos se considera que uma criança tenha deixado para trás a infância e está entrando em um caminho que leva diretamente à adolescência. É uma etapa em que não são crianças, mas tão pouco já estão na puberdade.

Como responder às frases dos adolescentes

Como responder às frases dos adolescentes

Muitos de nós crescemos ouvindo frases como ‘enquanto viver nessa casa você fará o que eu te disser’; e dizendo outras frases como ‘meus pais não me escutam’ ou ‘sempre você é contra o que eu digo’. Existem frases que dizíamos quando éramos adolescentes que vamos escutar agora como pais.

0 comentarios