As primeiras 24 horas de uma mãe com o seu bebê

Vilma Medina

Vilma Medina

De repente você o vê. Depois de nove meses de espera, de medos e incertezas, de sensações que jamais tinha vivido e finalmente você o tem nos seus braços. Você já é mamãe! Sua primeira vez como todas as primeiras vezes, te faz chorar e se emocionar. E aparecem as dúvidas, e essa sensação estranha de felicidade e medo se apodera de você irremediavelmente.

Primeiro dia da mãe com o seu bebê

Primeiro dia da mãe com o seu bebê recém nascido

No início você não quer se separar do seu filho. Por mais que as enfermeiras te expliquem que é melhor que você descanse, você não quer descansar. Eu não deixava de olhar para a minha filha, de admirá-la, de vigiá-la. Era uma sensação que jamais tinha vivido. O medo que acontecesse algo com ela me mantinha alerta a cada segundo. Não queria nem dormir. 

Houve um momento em que sua mãozinha se agarrou ao meu dedo. Senti que esse instante me unia à vida toda a ela, com esse laço invisível que une as mães. Pensei no futuro, no que ainda me faltava viver. E então me deu vertigem. Esse medo por não saber como executaria essa tarefa porque nunca havida sido mãe. Afinal, era minha primeira vez e ninguém nunca tinha me ensinado a matéria mais importante da minha vida: ser mãe.  

Assim, você verá que as primeiras 24 horas com o seu filho será um turbilhão de sensações incontroláveis. De amor, de felicidade, dúvidas, medos e responsabilidade. E entenderá logo que tudo isso que está sentindo, é ser mãe. Além disso, você sente que não será apenas naquele dia ou no seguinte. Isso será para o resto de sua vida.

A primeira coisa que você sente como mãe é felicidade. Uma felicidade extrema. Você respira aliviada ao comprovar que tudo vai bem. Que seu filho tem os dedinhos em ordem, sua pele avermelhada ou amarelada ainda pelo parto. Que tem uma boa saúde e tenta pegar no seu peito para se alimentar. Mas você percebe que o leite ainda não sai e que o seu filhinho chora. E a angústia começa a te invadir novamente. E por mais que te digam como você deve segurar o seu filho e o que fazer, você vê que não consegue.

O aleitamento materno é uma das principais preocupações que uma mãe de primeira viagem encontra. Essa situação e o temor que aconteça algo, que de repente seu filho deixe de respirar, ou não ser capaz de despertar a cada três horas para dar-lhe de comer é, muitas vezes, angustiante. 

Mas tudo isso é normal e todas as mães de primeira viagem sentem a mesma coisa. Nessas primeiras 24 horas você inicia a carreira mais difícil, porém a mais gratificante. Você não ficará isenta de obstáculos nem de preocupações. Será sua profissão mais difícil: ser mãe. Se você acaba de ser mamãe, bem vinda à classe! 

Estefanía Esteban
Redatora de GuiaInfantil.com

Como dar o peito ao bebê

Como dar o peito ao bebê

Quanto mais se esvazia o peito, mas leite produzirá. O principal estímulo que induz a produção de leite é a sucção do bebê, portanto, quanto mais o bebê se agarra ao peito da mãe, e quanto mais este o esvazia, mais leite se produz. A quantidade se ajusta ao que a criança toma e as vezes que o peito se esvazia durante o dia. A qualidade também varia com as necessidades do bebê.

Os primeiros dias do bebê em casa

Os primeiros dias do bebê em casa

O primeiro dia do bebê em casa. É normal que os pais, especialmente os de primeira viagem tenham de enfrentar algumas dúvidas, medos e inquietações quanto ao cuidado do bebê e a nova realidade familiar. Isso pode acontecer nos primeiros dias do bebê em casa.

Vínculo mãe e filho e o aleitamento

Vínculo mãe e filho e o aleitamento

O vínculo mãe-bebê são os laços emocionais que estabelecem entre a mãe e o seu filho; é um instinto biológico, não se provoca, mas ocorre nos primeiros momentos após o nascimento e que garante a sobrevivência do recém-nascido e promove a replicação e a proteção da espécie.

Cinco frases que nenhuma mãe deveria esquecer

Cinco frases que nenhuma mãe deveria esquecer

Ser mãe não é fácil e cada um vai encontrando seus recursos ao longo do exercício da criação. Hoje decidi compartilhar 5 dos aprendizados que me foram muito úteis e espero que o sejam para você também. Eu adoraria saber quais são os seus.

Como a chegada do primeiro bebê influencia no casal

Como a chegada do primeiro bebê influencia no casal

O nascimento do primeiro filho é uma das experiências mais maravilhosas que existe e, ainda que a maternidade e a paternidade sejam etapas que se vivem com muita intensidade, também implica na chegada de muitas mudanças na forma de vida que podem afetar de maneira diferente o casal.

0 comentarios