Como a contaminação afeta a saúde das crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gente compra a melhor cadeirinha para o carro. A gente não se esquece de proporcionar aos nossos filhos uma casa segura. Enquanto são bebês, a gente os vigia e vela pela sua segurança e pela sua saúde. No entanto, existe algo que a gente não consegue lutar contra. Um inimigo invisível e devastador que cresce sem parar: a contaminação atmosférica.

O ar, sim, o ar pode deixar de ser um aliado para se converter num inimigo. De fato, a contaminação atmosférica pode ser muito prejudicial para a saúde. Também para a saúde dos nossos filhos. Eles são mais vulneráveis porque o seu organismo ainda não terminou de se desenvolver. 

Por que a contaminação é tão perigosa para a saúde da criança

como-a-contaminação-afeta-saúde-crianças A 

A contaminação atmosférica pode afetar a saúde da criança inclusive antes dela nascer. De fato, pode gerar alterações no desenvolvimento do bebê durante a gravidez. Estes são alguns dos problemas que a contaminação atmosférica pode ocasionar às crianças: 

- Atraso de crescimento intrauterino. 

- Más formações congênitas.

- Aumento dos nascimentos prematuros

- Atraso de crescimento.

- Maior predisposição a desenvolver doenças respiratórias como a bronquite e a asma

- Maior predisposição às doenças cardiovasculares.

- Estuda-se sua possível relação com uma maior predisposição a desenvolver o câncer

O problema desse tipo de contaminação é que não é pontual, mas constante. Podemos tentar evitar contaminantes como o mercúrio. Podemos fazer todo o possível para não ter contato com produtos tóxicos. Mas, não podemos deixar de respirar. Evidentemente, é um risco que afeta a todos nós, mas, sobretudo às crianças.

6 formas de proteger o seu filho da contaminação atmosférica 

A principal causa de contaminação do ar na cidade é a emissão de gases tóxicos através do tráfego de veículos. As partículas finas que emitem atravessam sem dificuldade o aparelho respiratório. Mas, também são culpadas de outros focos de contaminação: a camada de ozônio e o dióxido de nitrogênio.

A poluição afeta mais às crianças porque elas inalam uma maior quantidade de ar que os adultos. Mas, existe alguma solução? Em alguns países se tenta limitar e restringir o uso do aquecedor. Tenta-se reciclar o ar dentro dos veículos. E a gente, o que podemos fazer para evitar que nosso filho respire tanto ar contaminado? 

- Não se esqueça de fechar as janelas da casa. Abra somente alguns momentos do dia. 

- Reduza o consumo de eletricidade. Economize energia.

- Sempre que puder e disponha de tempo dê uma escapadinha para o campo ou praia (se morar perto). Busque uma área afastada da cidade para que possam ‘se oxigenar’. 

- Tente consumir alimentos de cultivo orgânico, que não tenham sido expostos a contaminantes ou agrotóxicos. 

- Nunca fume diante dos filhos nem dentro de casa.

- Não abra as janelas dos carros enquanto estiver atravessando um túnel. Ali se concentra uma grande quantidade de partículas em suspensão. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com