Como educar as crianças sobre os riscos do sol

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Todos nós sabemos que a pele das crianças é mais delicada do que a dos adultos e que devem estar especialmente protegidas da exposição solar. Temos suficiente informação como para saber que não podemos deixar a criança exposta ao sol sem proteção solar. No entanto, a Associação Espanhola de Pediatria de Atenção Primária considera que é necessário educar as crianças para que elas mesmas se conscientizem da importância de ter hábitos saudáveis quanto à proteção solar, para evitar queimaduras, câncer de pele e outras lesões.

Proteger e educar as crianças sobre os riscos do sol

como-educar-as-crianças-sobre-riscos-sol A

Uma maneira para que as crianças conheçam os riscos do sol é realizar campanhas escolares e comunitárias para que, desde os pequeninos aos adolescentes possam compreender até que ponto elas podem colocar em risco sua saúde se não se protegerem adequadamente da exposição ao sol.

Está demonstrado que todas as práticas sadias com o objetivo de minimizar a exposição solar, como o uso de protetores solares, roupas e óculos para evitar queimaduras, devem começar o quanto antes para que as crianças as convertam em algo habitual. Os comportamentos que se adquirem de forma precoce tendem a durar.

Uma prática que os pais podem realizar é, não somente aplicar proteção solar nos filhos, mas também explicar-lhes durante o processo por que o fazemos e o que poderia acontecer com eles se não utilizassem o protetor solar.

Você sabia que...?

- As crianças loiras de olhos azuis e pele clara precisam de um fator de proteção mais alta.

- A areia da praia reflete os raios do sol, por isso a exposição na praia é mais intensa.

- As queimaduras solares repetidas durante a infância e adolescência podem provocar tumores cutâneos posteriores.

- Utilizar proteção solar pode reduzir até 78% o risco de câncer em um adulto.

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com