O sono que a gente perde com a chegada do bebê

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Você sabe que os recém-nascidos dormem entre 16 e 20 horas? Isso pode levar você a pensar que devido a isso, os pais têm muito tempo livre para poder fazer outras coisas, e, sobretudo para dormir tranquilamente. Nada mais distante da realidade! 

Todas essas horas de sono, obviamente, o bebê não as realiza de forma contínua, e em algumas ocasiões, trata-se de sestas tão curtas que nem podemos realizar nossas tarefas habituais, como também dormir bem se torna em uma missão impossível. Tanto é assim que durante o primeiro ano de vida do bebê se calcula que os pais perdem até 700 horas de sono. 

As horas de sono perdidas quando você tem um bebê

o-sono-que-a-gente-perde-chegada-bebê A

O Instituto Europeu de Qualidade do Sono (ESCI) fez um estudo que indica que os primeiros doze meses da vida de um bebê implicam em uma perda de sono de mais de 700 horas para os pais, ou seja, quase duas horas de sono por noite. 

Hoje em dia, com um bebê de cinco meses, tenho uma ‘dívida de sono’ de mais de 300 horas. Normalmente as pessoas te aconselham a utilizar o tempo em que o bebê estiver dormindo para dar uma cochilada, no entanto, para mim é muito difícil dormir às 10 da manhã se o bebê despertou as 6, ou tirar uma soneca pela tarde, quando meus outros filhos necessitam de mim para fazer deveres ou brincar com eles. Não tem como escapar. O primeiro ano de vida do bebê as olheiras nos acompanham e o cafezinho e uma boa dose de paciência são grandes aliados, porque não dormir pode se tornar em uma autêntica tortura. 

O sono do bebê está dividido em quatro etapas e sempre obedecem a uma mesma ordem: sono REM (mais leve e curto) e o sono mais profundo e longo (NREM). Todos os bebês passam por ciclos de sono superficial e profundo durante uma mesma noite. De acordo com o crescimento do bebê, o normal é que os sonos REM vão diminuindo e os sonos mais profundos, aumentando.

Quando o bebê dormirá toda a noite? Como eu consigo que ele durma mais horas? São perguntas que nós, os pais, esgotados, fazemos por tanta noite em claro. Não existem remédios infalíveis, já que até os três anos é normal que os bebês despertem à noite. No entanto, existem pequenos rituais que podem nos ajudar a que eles vão adotando hábitos de sono. Para isso temos que criar um ambiente tranquilo e sossegado durante a noite ou adotar sempre uma mesma rotina para que o bebê saiba que depois do banho e o jantar, chega a hora de dormir.  

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com