A melhor posição para o bebê dormir

Colocar o bebê para dormir de boca para cima aumenta os casos de deformidade do crânio

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Qual é a melhor postura para que o meu bebê possa dormir? É uma dúvida muito frequente entre as mamães nas consultas de pediatria e uma das recomendações principais dos pediatras nas primeiras visitas do bebê.

Em 1992, a Associação Americana de Pediatria realizou uma campanha de divulgação conhecida como ‘Back to sleep’, recomendando colocar o bebê de boca pra cima para dormir, o que claramente prevenia a Morte Súbita do Lactente. Como resultado, de acordo com alguns estudos, se conseguiu diminuir a mortalidade em até 40%, fazendo com que a campanha tivesse um grande êxito e essa recomendação tem sido plenamente aceita e difundida entre os pediatras. 

Plagiocefalia postural do bebê

a-melhor-posição-para-o-bebê-dormir A 

Deitar o bebê de boca pra cima, tem tido como consequência um aumento das deformidades do crânio conhecidas como plagiocefalias posturais, que já tem sido motivo de preocupação entre as mamães. As suturas (tecido que une os ossos do crânio) estão abertas, diferente de outras patologias como a craniossinostose (fechamento precoce e anormal das suturas do crânio), mais graves e mais complexas.

O pediatra deve descartar patologias associadas, como alterações neurológicas que podem ser a causa da criança olhar sempre para o mesmo lado. Em alguns casos são necessários exercícios de reabilitação. 

Não há evidência científica que demonstre na atualidade que a plagiocefalia postural produza outras alterações que a deformidade do crânio e/ou da face, ou seja, que é um tema bem mais estético, mas em ocasiões pode ser tão chamativo que requer um tratamento.

Existem protocolos como o do Hospital Infantil 12 de Outubro de Madrid, para encaminhar essa patologia e coordenar a atuação dos principais especialistas implicados: pediatras, reabilitadores e neurocirurgiões pediátricos. 

Recomendações para evitar a deformidade do crânio 

Para evitar a deformidade será necessário incentivar as mudanças posturais na cama, e para melhorar as já estabelecidas é possível realizar algumas medidas simples: 

- Colocar brinquedos do lado contrário no plano, para que o bebê gire a cabeça. 

- Colocar o berço de tal forma que a criança seja estimulada e fale do outro lado. Geralmente olham para a cama dos pais, por isso deve mudar o sentido em que se deita o bebê, ou seja, a cabeceira do berço, para que cada vez ela durma de um lado. 

- Permitir que o bebê brinque sobre a sua barriguinha durante os 3-4 primeiros meses, sempre que estiver desperto e na presença dos pais, para fortalecer os músculos cervicais. 

Quando essas medidas não forem suficientes, os pais devem buscar a opção de uma órtese craniana, um tipo de capacete que deve ser colocado a partir dos 5 meses. Existem muitas cores e desenhos. Devem ser utilizados durante umas 22-23 horas por dia para que sejam efetivos, e os resultados são tão bons que valem a pena o esforço. Os pais sempre devem consultar ortopedistas especializados nesses temas. 

Malena Hawkins

Pediatra 

www.clinicahawkins.es