Como estimular a memória nos bebês

Jogos e atividades para estimular o aprendizado e a memória

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A memória é a capacidade que temos para reter informação e dispor dela quando necessitamos. A memória surge desde o momento do nascimento, ainda que de forma inconsciente, e evoluindo à medida que o bebê cresce. 

Memória e aprendizado caminham de mãos dadas, por isso, é muito importante estimulá-la desde muito pequenos, de acordo com a idade evolutiva em que se encontram, já que muitos dos estímulos que a criança recebe ficarão armazenados na sua memória para sempre. 

Conselhos para estimular a memória na primeira infância

Brincar com o bebê para estimular a sua memória

- Estabeleça vínculos estreitos com o seu filho, atendendo suas necessidades com afeto, mas sem superprotegê-los. Isso aumentará sua segurança e sua autoestima, e, portanto, sua disposição á aprendizagem

- Estabeleça rotinas de alimentação, descanso, higiene e brincadeiras desde o nascimento.

- Brinque com o seu bebê aproveitando momentos em que o está vestindo. 

- Esconda brinquedos com todo tipo de materiais e texturas (caixas de papel, papel de presente, enterrando objetos na areia, etc.) para que seu filho possa buscá-los. Isso vai estimular também todas as áreas sensoriais (visual, tátil, auditiva).  

- Aproveite qualquer oportunidade para mostrar-lhe objetos e novas situações, repetindo seus nomes e explicando para aumentar seu vocabulário. Se já sabe falar, peça que ele diga os nomes. 

- Os quebra-cabeças bem simples e os brinquedos de encaixar favorecerão sua memória visual e espacial. 

- Cante canções para ele (as crianças aprendem melhor através das canções) e leia contos enquanto ele folheia o livrinho, já que o ajudará a identificar objetos e situações, assim como a desenvolver o raciocínio lógico e temporal. 

- Favoreça sua autonomia e a busca de soluções próprias para os seus ‘pequenos’ problemas para favorecer sua capacidade resolutiva (por exemplo, permitindo que ele apanhe seus brinquedos sozinhos ao invés de dá-los diretamente a ele). 

Aroa Caminero
Psicóloga
Centro de Psicología Álava Reyes