A mentira infantil

As mentiras das crianças, a fantasia e a personalidade infantil

Vilma Medina

Vilma Medina

Os pais podem se preocupar se o seu filho mente, já que foram ensinados que é algo ruim e, além disso, a sociedade não o aprova. No entanto, a primeira coisa que devemos saber é por que a criança está mentindo

Nada chateia mais aos pais e educadores do que a mentira que as crianças possam dizer. Uma criança pode mentir por muitas razões: por imitação ou por pressão social. 

Por que as crianças mentem

a-mentira-infantil A 

Devemos distinguir a mentira da fantasia. Quando a criança é muito pequena não podemos falar de mentira, já que não distingue bem entre o seu mundo interior e o exterior, seus desejos ou sonhos e a realidade. 

Quando a criança fantasia não tem pretensão de mentir, ela só acredita que conta sem distinguir entre o real e o fantástico. A criança muda o que não gosta: fala com amigo imaginário, se sente só ou com um ser falecido se sente sua falta. 

A mentira na infância está muito ligada ao jogo simbólico ou de simulação. Através desse tipo de atividades brinca de imitar situações que vê ou conhece: ser mamãe, as lojas e a guerra. 

Até os quatro anos, aproximadamente, a criança considera verdade aquilo que experimenta, imagina ou pensa. À medida que vai crescendo já vai começando a diferenciar fantasia da realidade. É então que aparece a capacidade de mentir. Como as crianças são muito imaginativas, elas poderiam continuar fantasiando até mais adiante. 

A mentira na infância acontece quando existe premeditação e quando sabe que é um erro o que está contando, ou seja, deve haver uma intencionalidade. 

As crianças mentem por muitas razões, mas uma delas é a imitação, a pressão social, para receber reconhecimento, para ficar bem, para evitar consequências desagradáveis, para ser convincentes, por timidez, porque tem baixa autoestima... 

A criança aprende que não é bom mentir quando recebe a repreensão das pessoas com quem convive. No entanto, se o meio da criança é muito exigente e os castigos são habituais, inclusive quando for sincera, a criança persistirá na mentira para evitar esses castigos. Muitos adultos pensam que as crianças deixam de mentir por medo do castigo, no entanto, a reação é a oposta, ela mentem mais quando se castiga em excesso.

As primeiras mentiras de uma criança. O que fazer?

As primeiras mentiras de uma criança. O que fazer?

Mais cedo ou mais tarde todas as crianças mentem, seja para evitar o castigo, para não causar desgosto nos pais, ou para se exibirem diante das outras crianças. Mentir pode ser considerado normal e faz parte do desenvolvimento, desde que não seja uma conduta constante.

As mentiras que os pais contam aos seus filhos

As mentiras que os pais contam aos seus filhos

Mentimos quando o nosso filho desenha mal e a gente diz que está lindo. Mentimos quando o cabeleireiro faz alguma trapalhada e a gente continua dizendo que o cabelo está lindo. A gente mente e sabe disso. Mas, quem não o faria?

6 mentiras que os pais contam aos filhos

6 mentiras que os pais contam aos filhos

Ninguém se livra, nem sequer o pai ou a mãe mais sincera. Todos os pais, alguma vez, já disseram alguma mentirinha aos filhos. Mentimos às crianças para protegê-las, porque desconhecemos a resposta, ou porque preferimos que desconhecessem certas verdades

5 sinais que indicam que o nosso filho está mentindo

5 sinais que indicam que o nosso filho está mentindo

A sinceridade é um valor essencial que todo pai e mãe desejam transmitir e inculcar aos seus filhos. A gente sabe que em algum momento as crianças acabarão mentindo, da mesma forma que os adultos fazem, gostem ou não de reconhecê-lo.

0 comentarios