O sentimento de frustração nas crianças

Por que a frustração é gerada na infância

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando a criança está na etapa de mais de um ano e menos de 5 elas se vêem durante todo esse período em grandes mudanças em todas as áreas de desenvolvimento, uma vez que ela está mudando e está criando o seu mundo interior para poder se desenvolver posteriormente com eficácia no seu ambiente.

Na medida em que os meses passam a criança irá querer ser mais independente, porque ainda que os pais sejam o principal ponto de referência e apoio para a pequena, pouco a pouco ela irá se dando conta que é um ser independente e vai querer começar a marcar sua identidade. 

Quando a criança quer marcar sua autonomia

o-sentimento-de-frustração-nas-crianças A 

Pouco a pouco o pequeno irá querer marcar sua própria autonomia marcando sua personalidade e o que antes não lhe custava trabalho aceitar agora pode chegar a ser todo um desafio diante de suas fortes negativas. Isso não é ruim, nem muito menos há que ensinar quando algo começa a falhar como, por exemplo, quando a criança apresenta baixa tolerância à frustração. Mas, quais são os motivos que podem fazer com que as crianças se sintam frustradas? 

Motivos que geram frustração nas crianças 

- A decisão que os adultos possam tomar pela criança pode fazer-lhe sentir muita frustração. 

- Também podem ter o sentimento da frustração quando se sentem decepcionados ou quando não satisfazem algumas das suas necessidades não básicas. 

- Outro motivo pelo qual também sentir frustração é por causa de outras crianças, quando, por exemplo, está brincando e as coisas não saem como elas querem. 

- Quando a criança tem apenas dois anos e é menor também pode sentir frustração quando brinca com seus brinquedos e, por exemplo, está com peças e estas não encaixam bem com outras. 

Este é um sentimento difícil de controlar quando se é tão pequeno, por isso pode desencadear as birras, sendo essa uma reação normal e inclusive saudável que deve fazer parte do desenvolvimento de todos os meninos e meninas nessas idades, já que são muitas as vezes que este sentimento negativo faz com que o pequeno queira continuar indagando e aprendendo a se desenvolver melhor no seu meio. 

Quando isso acontece, os pais devem estar preparados para poder agir da melhor maneira e guiar o comportamento da criança e que, desse modo, o ensino se torne positivo. Do contrário, a criança aprenderá que as birras diante das frustrações é um comportamento adequado e isso pode ser perigoso para o seu bom desenvolvimento. 

María José Roldán

Mestre e Psicopedagoga